A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Quanto ganha um atleta que conquista medalha na Paralimpíada de Tóquio?

Segundo o Comitê Paralímpico Brasileiro, todos os valores foram reajustados em relação à última edição das Paralimpíadas, no Rio-2016

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) divulgou na semana passada o valor do prêmio em dinheiro que os atletas que conquistarem medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 vão ganhar. Todos os valores foram reajustados em relação à última edição das Paralimpíadas, no Rio-2016.

Demais integrantes das disputas, atletas-guia, calheiros, pilotos e timoneiro, vão receber 20% da maior medalha conquistada por seu atleta e 10% a cada pódio a mais do valor da medalha seguinte.

Os prêmios variam de acordo com o lugar no pódio e prevê faixas diferentes de recompensa para modalidades individuais e coletivas. Os atletas-guia, calheiros, pilotos e timoneiro que forem ao pódio também serão gratificados.

Valores inferiores

Pela primeira vez na história, os atletas paralímpicos dos Estados Unidos receberão o mesmo prêmio em dinheiro por medalha que os atletas olímpicos.

Anteriormente, os atletas paralímpicos dos EUA ganhavam US$ 7.500 para cada medalha de ouro, US$ 5.250 para a prata e US$ 3.750 para o bronze. Enquanto isso, os atletas olímpicos ganharam US$ 37.500 para medalhas de ouro, US$ 22.500 para prata e US$ 15.000 para bronze.

O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) ajustou a premiação em dinheiro dos atletas paralímpicos para igualar a dos atletas olímpicos - um aumento de até 400% - logo após os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018. O comitê pagou retroativamente aos atletas paralímpicos de 2018 os novos valores mais elevados, mas os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2021 em Tóquio marcam a primeira vez que eles serão pagos igualmente desde o início.

Na França, isso já era realidade. Desde 2008, os atletas paralímpicos franceses recebem o mesmo valor que os vencedores  olímpicos. 

No Brasil, ainda é possível observar uma diferença entre as premiações dos atletas paralímpicos e dos atletas olímpicos. Enquanto um atleta olímpico ganha em torno de 250 mil reais caso conquiste a medalha de ouro, os atletas paralímpicos recebem 160 mil reais, uma diferença de 90 mil reais.

A Austrália e o Canadá, por exemplo, ao menos dão prêmios aos atletas paralímpicos. Já o Japão, país anfritrião dos Jogos, dá aos vencedores paralímpicos da medalha de ouro cerca de 2 milhões de ienes (US$ 18.200) a menos em realçaõ aos campeões olímpicos. 

Confira abaixo quanto dinheiro os atletas olímpicos receberam por terminar no pódio em Tóquio

Como os atletas ganham dinheiro

Além de receber recompensas monetárias e não monetárias de seus países pela conquista de medalhas, os atletas olímpicos e paralímpicos contam com outras fontes de receita para seus empreendimentos esportivos.

Atletas de países maiores e mais competitivos recebem salários ou bolsas de treinamento de suas associações esportivas nacionais. Os melhores desempenhos recebem prêmios em dinheiro ao vencer torneios nacionais e internacionais. Outros recebem salários regulares por terem vários empregos.

Alguns dependem de financiamentos coletivos para bancarem a viagem para Tóquio. Outros muitos atletas podem conseguir financiamentos multimilionários ou acordos de patrocínio. Nesta edição dos jogos, marcas como Braskem, Toyota, Caixa Econômica Federal, Alpargatas, Estácio e Ajinomoto vão apoiar os atletas paralímpicos.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também