O que ocorre quando suamos?

Suor é uma reação natural para refrigerar nosso corpo, mas que também pode trazer problemas se em excesso

São Paulo - O suor é uma reação natural para refrigerar nosso corpo quando nos encontramos em uma situação de calor excessivo. Porém, uma sudorese demasiada também pode nos fazer perder minerais.

Quanto líquido perdemos ao suar?

Se corrermos a uma velocidade de cerca de 4 min/km perdemos entre 1 a 1,5 litros de suor. Esta cifra pode subir e chegar nos números entre 2 ou 2,5 litros em casos de atletas de maior nível. Um caso mais extremo aconteceu com o maratonista norte-americano de origem cubana, Alberto Salazar, durante a maratona olímpica de Los Angeles. A prova foi disputada sob intenso calor e o corredor perdeu 8 litros de líquido e cerca de 8% de seu peso corporal. Parece que Salazar bebeu mais de 2 litros de líquido durante aquela prova olímpica.

Os corredores que vão correr durante 4 horas ou mais também podem correr o risco da hiponatremia (quando a concentração de sódio extracelular é baixa) por excesso de líquido e, em geral, não necessitam ingerir uma quantidade maior que 70 a 140 mililitros de líquido por quilômetro. Ainda assim, leve em conta que o índice de suor varia enormemente. Uma forma de se ter uma ideia de quanto perdeu de líquido é se pesar, sem roupas, após uma corrida. Se, por exemplo, você perdeu meio quilo durante um treino de 40 minutos, significa que eliminou uma quantidade de aproximadamente meio litro pelo suor.

Quais minerais são perdidos através do suor?

  • O ferro de se encarrega de transportar o oxigênio pelo sangue até os tecidos e essa queda no mineral provoca cansaço, fadiga e palidez, que pode se complicar originando uma anemia ferropénica.
     
  • O zinco é outro mineral que se perde no suor ou na urina, após uma situação de estresse físico ou psicológico, como uma maratona. Além de ser um mineral necessário para manter o sistema imunológico, o zinco intervêm no metabolismo de energia e forma parte de quase 200 enzimas.
     
  • O cromo ajuda no fator de tolerância à glicose e regula a quantidade de glicose que se armazena nos tecidos. Não se perde no suor, porém percebe-se em corredores de resistência que o cromo é eliminado em maior quantidade na urina, depois do esforço. Por isso a importância de repor a substância depois de uma corrida.
     
  • O magnésio é um mineral ao qual podemos culpar quando temos cãibra, mas que pode ser consumido, em caso de perda excessiva, inclusive em pastilhas encontradas na farmácia. Porém, para qualquer suplementação sempre é necessário a consulta ao médico ou a um nutricionista.

O pior dos casos é o excesso de suor, mesclado com o calor, que podem gerar um desmaio. Em termos médicos isso se chama ‘sincope’ ou ‘lipotimia’. É um estado que nosso corpo atinge quando há uma queda de pressão. Por causa do esforço físico, o cérebro não recebe a quantidade de oxigênio necessária e ocorre o desmaio.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.