Casual

Morre argentino Leandro 'Gato' Barbieri, lenda do jazz

Saxofonista argentino da estatura de Astor Piazzolla, Mercedes Sosa e Carlos Gardel morreu de pneumonia. Em 2015, recebeu um Grammy latino por sua carreira


	Leandro 'Gato' Barbieri: saxofonista argentino recebeu um Grammy latino por sua carreira em 2015
 (Wikimedia Commons)

Leandro 'Gato' Barbieri: saxofonista argentino recebeu um Grammy latino por sua carreira em 2015 (Wikimedia Commons)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de abril de 2016 às 14h53.

O saxofonista argentino Leandro "Gato" Barbieri, lenda do jazz de todos os tempos e ganhador de um Grammy em 1972 pela trilha sonora do filme "O último tango em Paris", morreu em Nova York, aos 83 anos.

"Hoje perdemos um ícone, um pioneiro e um amigo querido", afirmou o clube de jazz New York Blue Note no Twitter, onde se apresentava.

O artista faleceu no sábado por causa de uma pneumonia.

Nascido na cidade de Rosário, norte de Buenos Aires, viveu nos Estados Unidos por 40 anos.

Em 2015 recebeu um Grammy latino por sua carreira.

Barbieri integra uma plêiade de músicos argentinos que atravessam as fronteiras de idioma hispânico e faz parte de de um quadro de honra ao lado de Astor Piazzolla, Mercedes Sosa, Lalo Schifrin e Carlos Gardel.

Barbieri foi um exímio intérprete do sax tenor, gravou cerca de 50 álbuns e tocou ao lado de mestres como Don Cherry, Cecil Taylor, Charlie Haden, Pharoah Sanders, Roswell Rudd e Ron Carter.

Acompanhe tudo sobre:América LatinaArgentinaArteEntretenimentoIndústria da músicaMortesMúsica

Mais de Casual

Secretos, mas nem tanto: conheça bons bares estilo speakeasy em São Paulo

O que a Hering leva para o casamento com o Grupo Azzas 2154

Trem do Pampa: novo passeio no RS oferece paisagens deslumbrantes e degustação de vinho

Mansão à beira-mar de US$ 60 milhões quer bater recorde na Flórida

Mais na Exame