Montblanc: Victoria e Albert ganham coleção de escrita em edição limitada

A 30ª coleção de escrita presta homenagem aos patronos das artes e ao legado cultural da monarca britânica Victoria e seu marido Albert
A edição dedicada a Victoria traz uma tampa em laca translúcida verde menta, uma das cores favoritas da monarca. (Divulgação/Monblanc)
A edição dedicada a Victoria traz uma tampa em laca translúcida verde menta, uma das cores favoritas da monarca. (Divulgação/Monblanc)
Por Julia StorchPublicado em 23/05/2022 08:45 | Última atualização em 23/05/2022 08:51Tempo de Leitura: 9 min de leitura

Todos os anos, desde 1992, a Montblanc homenageia um influente patrono da arte da antiguidade ao século 20, com um instrumento de escrita de edição limitada. Cada Edição Limitada Patrono das Arte ressalta a crença da Montblanc - como uma Maison enraizada na cultura da escrita - de que as artes e a cultura são uma parte essencial de qualquer sociedade próspera e só podem florescer com o apoio de patronos dedicados. Para sua 30ª edição, a Montblanc celebra a vida e o legado de Victoria e Albert com uma edição dupla.

A Rainha do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda, e mais tarde Imperatriz da Índia, e o Príncipe Consorte de Sachsen-Coburg e Gotha, Victoria e Albert inauguraram uma nova era de tecnologia, poder econômico e cultura. O ponto alto deste período foi marcado pela lendária Grande Exposição de 1851 no Crystal Palace de Londres e pela fundação de várias instituições culturais, como o Victoria and Albert Museum e o Royal Albert Hall.

Inclinando-se para as habilidades dos artesãos da Montblanc, a coleção mostra a jornada de Victoria, de princesa a uma das governantes mais poderosas da época, e a jornada de Albert, de jovem príncipe a príncipe consorte.

As coleções consistem em duas edições 4810 e duas 888 (uma homenageia Victoria e uma Albert) e uma LE100 e uma LE8 homenageando ambos conjuntamente. As edições apresentam símbolos famosos, como a coroa e o cetro de Vitória, mas também algumas das maiores conquistas culturais de Alberto. O amor intenso que eles compartilhavam é simbolizado pelas iniciais V&A vinculadas e seu anel de noivado, no design dos instrumentos de escrita.

Montblanc Patrono das Artes Homenagem a Victoria & Albert Edição Limitada 4810

A Montblanc Patrono das Artes Homenagem a Victoria & Albert Edição Limitada 4810 marca os primeiros anos do casal real com um corpo em laca branca pérola, símbolo de pureza e juventude, e um cone embelezado com um padrão tradicional vitoriano, bem como “V&A”, espelhando a forma como o casal gosta de unir suas iniciais.

A edição dedicada a Victoria traz uma tampa em laca translúcida verde menta, uma das cores favoritas da monarca. O padrão decorativo vitoriano visível sob a laca da tampa é inspirado na cerca que circunda o Albert Memorial em Kensington Gardens, Londres. O topo é adornado por uma coroa azul royal e o emblema Montblanc em resina preciosa.

As palavras “I will be good (Eu serei bom)” estão gravadas no anel da tampa. O formato do clipe é inspirado em seu cetro com uma pedra verde referente ao seu anel de noivado com Albert. A pena artesanal de ouro maciço Au 750, revestida a ouro em tom champanhe, é decorada com uma rosa estilizada em homenagem à rainha Vitória, ainda hoje lembrada como "Rosa da Inglaterra".

A laca translúcida bordô na tampa da edição de Albert evoca as cores do uniforme do Marechal de Campo britânico usado em seu casamento. A decoração geométrica em forma de degraus lembra o distinto telhado inclinado neogótico na forma de degraus (escalonado) do Schloss Rosenau, o lar de crianças de Albert.

A laca translúcida bordô na tampa da edição de Albert evoca as cores do uniforme do Marechal de Campo britânico usado em seu casamento. (Montblanc/Divulgação)

A forma da tampa é inspirada na cúpula do Palácio de Cristal, enquanto o anel da tampa é gravado com o lema “Treu und fest” (“fiel e firme”) que acompanha seu brasão. O clipe em forma de cetro apresenta uma pedra vermelha. Uma referência à sua origem, o brasão de armas da Saxônia é encontrado no centro do brasão real de Albert e está gravado na pena artesanal de ouro maciço Au 750, revestida de ouro em tom champanhe.

Montblanc Patrono das Artes Homenagem a Victoria & Albert Edição Limitada 888

A versão Victoria da Montblanc Patrono as Artes Homenagem a Victoria & Albert Edição Limitada 888 celebra sua ascensão ao trono, com tampa e corpo feitos de laca vermelha translúcida inspirada no vestido de coroação de Victoria, e uma sobreposição de ouro em tom champanhe Au 750 representando o monograma da monarca, bem como elementos de seu colar de coroação e do vestido, representando seus três principais reinos.

A caneta-tinteiro é adornada por uma coroa azul-real, feita à mão em ouro maciço Au 750, parcialmente revestida a ródio e parcialmente revestida a ouro champanhe e decorada com a rosa inglesa. Um aceno para seu anel de noivado, o clipe em forma de cetro é cravejado de uma granada vermelha.

A versão de Albert marca algumas de suas grandes conquistas como Príncipe, com tampa e corpo com uma sobreposição de ouro em tom champanhe Au 750 em homenagem à arquitetura do Palácio de Cristal e a laca cinza translúcida por baixo é uma homenagem ao tartan que Albert projetou para o Castelo de Balmoral, na Escócia. A forma do topo da tampa é inspirada na cúpula do Palácio de Cristal, enquanto a pena artesanal de ouro maciço, parcialmente revestida a ródio e parcialmente revestida a ouro em tom champanhe, é decorada com o brasão de armas da Saxônia.

Os anéis da tampa em ambas as versões são gravados com os nomes um do outro e a data do casamento, enquanto o cone é embelezado com um padrão tradicional vitoriano, bem como as iniciais “V&A”.

Montblanc Patrono das Artes Homenagem a Victoria & Albert Edição Limitada 100

A Montblanc Patrono das Artes Homenagem a Victoria & Albert Edição Limitada 100 celebra o amor romântico do casal e a paixão compartilhada pela arte com um corpo de madrepérola combinado com acessórios de ouro maciço Au 750 em tom champanhe, inspirados nas cores do vestido de noiva de Victoria.

Nove linhas no cone são uma referência aos seus nove filhos e à importância da família para a rainha e seu consorte, enquanto o padrão gravado ao redor do cone é um design tradicional encontrado no quarto do Palácio de Kensington, onde a princesa Victoria cresceu. A frase gravada “Unis à jamais” (unidas para sempre) é tirada de um anel dado a Victoria por sua meia-irmã, como presente de casamento, enquanto uma pulseira que Victoria recebeu de sua mãe quando o noivado foi anunciado, inspirou os corações entrelaçados de ametista presentes no cone.

A pena artesanal de ouro maciço Au 750, revestida de ouro champanhe, é gravada com um amor-perfeito representando pensamentos amorosos. A saudação alemã “Theuerste innigst geliebte Victoria” (Querida e profundamente amada Victoria) escrita por Albert em uma nota para Victoria, expressando seu grande afeto e amor no dia em que ficaram noivos, decora a parte dianteira como uma gravura.

O príncipe Albert era excelente na criação de joias para sua esposa, sabendo que ela veria sua eterna devoção expressa em cada linda joia. Um motivo que ele usou em várias peças diferentes foi a flor de laranjeira – a flor que ela usou em seu casamento. Como símbolo de sua profunda afeição de um pelo outro, um padrão de flor de laranjeira é modelado a partir do anel de tampa destacável em ouro maciço de tom champanhe Au 750.

O outro lado do anel mostra as mãos unidas de Victoria e Albert, pintadas por Franz Xaver Winterhalter em um típico “sinal de amor” da época. A safira azul no final do clipe refere-se a uma coroa que o príncipe Albert desenhou para a rainha Vitória em 1840, ano em que se casaram.

A tampa de ouro maciço em tom champanhe Au 750 é decorada com um guilhoché que lembra os arcos do Palácio de Cristal e cravejado com as pedras turquesas favoritas de Victoria. Os perfis duplos de Victoria e Albert gravados à mão inseridos na tampa evocam as medalhas distribuídas durante a Grande Exposição de 1851. A pequena coroa em laca azul royal no topo da tampa é cravejada com o emblema Montblanc em madrepérola

Montblanc Patrono das Artes Homenagem a Victoria & Albert Edição Limitada 8

A Edição Limitada 8 homenageia o amor entre Victoria e Albert e comemora o período de luto que lançou uma sombra sobre a vida de Victoria após a perda do seu amado. A tampa é feita de ônix preto com uma incrustação de ouro branco maciço Au 750: um medalhão com o monograma “VRI” (Victoria Regina Imperatrix) gravado à mão cercado por laca preta fosca. Ele se abre para revelar uma gravura à mão de um medalhão memorial que ela usava dizendo “In Erinnerung an Albert” (Em memória de Albert).

O corpo em ouro branco maciço Au 750, revestido a ródio, adornado com um padrão decorativo e artisticamente engastado com diamantes de corte brilhante, é combinado com duas incrustações de ônix preto. A gravura no cone diz “Queen of an Empire on which the sun never set (Rainha de um império em que o sol nunca se pôs)” emoldurado por um padrão em homenagem a um design encontrado no quarto do Palácio de Kensington, onde a princesa Victoria cresceu. O anel de coroação da rainha Vitória inspirou a cruz e o círculo formado por safiras, rubis e diamantes na ponta do cone.

Como a linguagem das flores não era apenas um passatempo popular da era vitoriana, mas muitas vezes importante para a escolha de símbolos do par real, a pena artesanal de ouro maciço Au 750, revestida a ródio, é gravada com o amor perfeito, simbolizando pensamentos amorosos.

A parte dianteira de ouro branco maciço Au 750, revestida de ródio, traz uma gravura à mão de um mapa-múndi mostrando o Império Britânico sob Victoria. A pequena coroa tão profundamente associada à imagem da rainha Vitória, colocada em seu caixão após sua morte, é recriada em laca preta no topo da tampa e cravejada com o emblema Montblanc em madrepérola. Em homenagem ao seu longo serviço, o anel destacável da tampa é gravado com as datas de seu reinado: 20 de junho de 1837 a 22 de janeiro de 1901.