Gisele Bündchen diz que Tom Brady teve concussões e NFL nega

Top model causou polêmica após revelação em programa de TV

A top model brasileira Gisele Bundchen revelou nesta quinta-feira (18) que seu marido, o jogador de futebol americano Tom Brady, possui um histórico de concussões.

Em entrevista ao programa de TV "CBS This Morning", a modelo ainda afirmou que o quarterback do New England Patriots teve uma lesão durante a temporada passada, quando seu time conquistou pela quinta vez o Super Bowl.

"Ele teve uma concussão no ano passado. Quero dizer, ele tem bastante concussão... Nós não falamos sobre isso. Mas ele tem concussões", ressaltou ela.

Concussão é o termo usado para as fortes pancadas na cabeça, consequência dos movimentos da modalidade esportiva. De acordo com as regras da NFL, a omissão dessas lesões na cabeça podem resultar em punições ao time e ao jogador. Até o momento, Brady nunca foi listado com concussões, mas já foi várias vezes relacionado à problemas no joelho e na coxa.

"Eu não acredito que seja saudável para seu corpo passar por este tipo de agressões o tempo todo. Isso não pode ser saudável para você, certo? Eu planejo tê-lo saudável e fazer muitas coisas divertidas quando le tiver 100 anos, espero", acrescentou a brasileira.

Após a polêmica declaração, a liga responsável pelo futebol americano nos Estados Unidos declarou, em nota, que não há registros de concussões do jogador na última temporada. "Revisamos todos os relatórios relativos a Tom Brady vindos dos consultores de neurotrauma não-afiliados e observadores certificados que trabalharam nos Patriots em jogos dentro e fora de casa na temporada de 2016, bem como relatórios de lesões do clube que foram enviados para o escritório da liga. Não há registros que indiquem que o Sr. Brady sofreu uma lesão na cabeça ou concussão, ou exibiu ou queixou-se de sintomas de concussão", afirma o comunicado.

Segundo a nota, a organização irá "trabalhar em conjunto para obter mais informações da equipe médica do clube e do Sr Brady.

A saúde e a segurança dos nossos jogadores é a nossa principal prioridade e queremos garantir que todos os nossos jogadores tenham e continuem a receber os melhores cuidados possíveis".

Este conteúdo foi publicado originalmente no site da ANSA.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também