A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Das paletas mexicanas ao poke. Um adeus à década e às comidas da modinha

Com influências internacionais, diversos pratos chegam ao país como uma febre. Algumas persistiram à década, já outras foram esquecidas há anos.

Todos os anos as tendências se refazem, seja por meio da mídia ou da sociedade, os estilos de roupas, as tendências de beleza, estão em constante atualização. Com a gastronomia não seria diferente. Quem se lembra da época em que era considerado chique comer estrogonofe, hoje o delicioso prato se popularizou pelo país. Ou ainda os cupcakes, febre no Brasil, em confeitarias, padarias e lojas especializadas, hoje já não vivem seus dias de glória. Confira, a seguir, nossa seleção de comidas da moda da década que sobreviveram (ou não) à década.

Aprenda como investir seu dinheiro! A EXAME Academy te ensina como.

POKE

Direto do Havaí para as combucas no Brasil, o Poke traz frescor aos trópicos. Em uma cama de gohan (arroz japonês), ou até mesmo de quinoa e mix de folhas, diversas coberturas são possíveis. Peixes como salmão e  atum são cortados em cubos, e acompanham frango, kani kama, frutas como manga, abacate e até abacaxi, tomatinhos cereja, alga nori, gergelim, chips e castanhas. Na versão tradicional, os havaianos utilizam apenas atum e polvo como proteínas. Relembre a história e o ápice da febre do poke no Brasil.

TEMAKI

Temaki preparado pelo chef Jun Sakamoto Prático e saboroso, os temakis vieram para ficar no país.

Prático e saboroso, os temakis vieram para ficar no país. (Jun Sakamoto/Divulgação)

Ainda falando sobre peixes cru, o temaki foi uma modinha que se estabeleceu. Seu significado “Te” que em japonês quer dizer mão e “Maki”, enrolado, é a refeição para quem tem fome e pressa. Em restaurantes japoneses, ele sempre está lá, seja em rodízio ou a la carte (e até mesmo em restaurantes por quilo). As temakerias ainda são um sucesso, mesmo há quase 10 anos no país, com seus cones de alga recheados das mais diversas combinações. A pesquisa pelo termo “temaki”, no Google, continua no mesmo patamar de sucesso desde janeiro de 2015.

AVOCADO TOAST

O avocado toast é um sucesso em cafés da manhã em brunches pelo mundo.

O avocado toast é um sucesso em cafés da manhã em brunches pelo mundo. (Divulgação/Divulgação)

Estrela em 10 a cada 10 brunches está o avocado toast. Exportado dos cafés nova iorquinos, o prato é um dos mais instagramáveis nas redes sociais, principalmente quando há um contraste do verde claro do abacate com o prato. Em uma fatia de pão torrado, o abacate pode estar tanto amassado quanto em fatias finas, aí vem o que a imaginação permite: fatias de bacon, ovo pochê ou frito, sal e pimenta do reino. Santa Catarina é o estado que mais pesquisa o prato no Google, seguido por São Paulo e Paraná. Além disso, apenas os estados do Sul e Sudeste aparecem como os que se interessam pela torrada. Será que realmente gostamos, ou é só pela foto?

PALETA MEXICANA

Paleta da rede Los Paleteros Paleta da rede Los Paleteros, com o sabor nada mexicano de morango com leite condensado.

Paleta da rede Los Paleteros, com o sabor nada mexicano de morango com leite condensado. (Los Paleteros/Divulgação)

No México, a paleta significa picolé e não tem leite condensado, muito menos Oreo no palito. Hit no início dos anos 2012, surgiram diversas casas que vendiam exclusivamente paletas. Quem não se lembra dos quiosques com longas filas nos shoppings, das paleterias pipocando pelas ruas? Com tanto sucesso e abertura de casas, a concorrência ficou forte, e muitas fecharam. A clientela provavelmente também partiu para outra febre, e as paletas ficaram para trás. Entenda mais sobre o fim da modinha das paletas. 

FROZEN IOGURTE

Frozen Yogurt Maracujá Frozen Yogurt Maracujá, um sucesso esquecido em 2012.

Frozen Yogurt Maracujá, um sucesso esquecido em 2012. (Reprodução/Facebook/)

O frozen iogurte teve seus dias de glória nos verões brasileiros. Uma opção mais leve ao sorvete, as franquias de quiosques e lojas abriram em diversas cidades no começo dos anos 2010. A invenção estadunidense foi abrasileirada com versões de açaí, jabuticaba, e coberturas de maracujá, chocolate, granola, jujubas, e frutas tropicais como o abacaxi e a manga.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também