Príncipe Harry é contratado como executivo em startup de saúde mental

O duque de Sussex foi anunciado nesta terça-feira, 23, como o novo Chief Impact Officer da startup Better Up Inc.

O príncipe Harry trocou o Palácio de Buckingham pelo Vale do Silício. O duque de Sussex foi anunciado nesta terça-feira, 23, como o novo Chief Impact Officer (do inglês, diretor de impacto) da startup Better Up Inc.

Em a entrevista para a Oprah ao lado de sua esposa, Meghan Markle, o casal falou sobre as dificuldades financeiras após deixar a família real e ir para os Estados Unidos. Na conversa, Markle também falou sobre como o ambiente e pressões da realeza afetaram sua saúde mental.

Agora, seu marido entra para a liderança de um negócio que oferece serviços de coaching e apoio para saúde mental por aplicativo. O negócio foi fundado em 2013 por Alexi Robichaux e Eddie Medina e chegou ao valor de 1,73 bilhão de dólares após um aporte no mês passado, de acordo com a revista Forbes.

E se você pensa que o currículo do novo executivo se resume a "foi príncipe da realeza britânica", o site da empresa já atualizou o perfil do novo diretor, apontando sua experiência como militar, defensor da pauta de saúde mental e fundador da Invictus Games.

No entanto, o CEO da empresa, Alexi Robichaux, disse que Harry não terá um papel de gestão. Ele dará contribuições para decisões de estratégia, contribuições de caridade e será o representante público sobre temas relacionados à saúde mental.

Ao jornal Wall Street Journal, o príncipe falou que quer ajudar a criar impacto na vida das pessoas. "O coaching dá infinitas possibilidades para desenvolvimento pessoal, aumentar a consciência e ter uma vida melhor", disse ele.

Harry comentou sobre sua própria saúde em diversas ocasiões, e inclusive falou abertamente sobre as dificuldades de lidar com a morte de sua mãe, a princesa Diana, quando ele tinha 12 anos.

E para quem achou a empresa interessante, eles têm vagas abertas. Mas não adianta criar expectativa de cruzar com o príncipe Harry nos corredores do escritório: a maioria das vagas é para trabalho remoto. Veja o site de carreiras.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.