Um conteúdo Bússola

Principal desafio das criptos é a educação, diz líder da Bitso no Brasil

Em entrevista à Bússola, Thales Araújo de Freitas fala sobre liderança, o mercado de criptomoedas e o futuro da empresa
Thales Araújo de Freitas, country manager da Bitso para o Brasil (Divulgação/Divulgação)
Thales Araújo de Freitas, country manager da Bitso para o Brasil (Divulgação/Divulgação)
Por BússolaPublicado em 18/04/2022 15:51 | Última atualização em 18/04/2022 15:51Tempo de Leitura: 8 min de leitura

A Bitso, plataforma de criptomoedas líder na América Latina com mais de quatro milhões de usuários, anunciou hoje Thales Araújo de Freitas como o novo country manager da empresa para o Brasil.

Thales será responsável por conduzir a estratégia da Bitso no país, trabalhando junto ao ecossistema financeiro digital para expandir a usabilidade, acessibilidade e segurança dos criptoativos e acelerar a inclusão financeira dos brasileiros.

Confira abaixo trechos da entrevista que Thales concedeu à Bússola.

Bússola: Quem é Thales Araújo de Freitas?

Thales Araújo de Freitas: Sou um economista organizado, analítico e curioso, extremamente colaborativo, acredito muito na capacidade das pessoas de criar coisas incríveis unindo ideias e somando esforços. Valorizo muito a confiança e transparência como base de qualquer relacionamento.

Também posso dizer que sou um amante da vida. Adoro viajar, correr, meditar e desbravar coisas novas: conhecer pessoas, ir a lugares que nunca fui, experimentar uma nova tecnologia, ler algo diferente... Acredito que o aprendizado constante, a inovação e a liberdade podem abrir novas portas e nos dar grandes oportunidades.

Acho que por isso sou um entusiasta do mundo cripto, porque não tenho dúvidas de que a criptoeconomia pode promover a liberdade e a inclusão financeira e revolucionar a forma como as pessoas compram, investem e se relacionam com o dinheiro.

Bússola: Qual a importância do fator humano no estilo de liderança?

Thales Araújo de Freitas: A liderança tem um papel importantíssimo para promover equipes engajadas, que vestem a camisa e produzem bem e felizes. E você não consegue isso se não tiver empatia, se não souber escutar, se colocar no lugar do outro, dar feedbacks sinceros, claros e construtivos.

Cada vez mais, as pessoas querem líderes que inspirem, promovam a colaboração e a cocriação, e que entendam que a diversidade de ideias e opiniões é essencial para inovarmos e gerarmos resultados de valor.

Não é por acaso que um dos valores da Bitso é ‘Ser Humano’. Enxergamos o cliente, o funcionário, o fornecedor, e todas as pessoas que nos relacionamos profissionalmente, como seres humanos antes de tudo. E eu me identifico 100% com essa cultura. Sou um profissional orientado por resultados, mas extremamente focado nas pessoas. Acredito totalmente naquele provérbio africano que diz “se quer ir mais rápido, vá sozinho. Se quer ir mais longe, vá em grupo”. Tenho certeza de que juntos, podemos chegar aonde quisermos.

Bússola: Como você vê a Bitso daqui a cinco anos?

Thales Araújo de Freitas: Vejo a Bitso revolucionando totalmente as finanças e sendo o melhor caminho de integração entre o novo mercado financeiro digital de cripto e DeFi e o sistema bancário atual. As criptomoedas terão uma utilidade cada vez maior no dia a dia das pessoas e serão acessíveis universalmente, promovendo uma ampla inclusão financeira.

Nossa rotina terá um importante impacto positivo com coisas simples como poder comprar um cafezinho usando cripto; abrir novas oportunidades a artistas com as NFTs; aumentar a segurança de transações com os contratos inteligentes; e até criar formas totalmente novas de interação financeira, como possibilitar empréstimos seguros fora do sistema financeiro tradicional.

Bússola: Como você enxerga a discussão em torno da regulação do mercado de criptomoedas no Brasil? Acredita que as questões regulatórias vão avançar e teremos uma regulação ainda este ano?

Thales Araújo de Freitas: Por se tratar de um segmento ainda muito novo, ainda há muito o que evoluir na regulamentação do setor cripto, porém importantes passos já foram dados, como os projetos de lei que estão em trânsito no legislativo. Esses esforços colocam o Brasil na vanguarda da regulamentação cripto, e nos posiciona como precursores na discussão e criação de legislação específica para o tema no mundo. E é muito importante que haja cada vez mais debates qualificados sobre o assunto para esclarecer sobre estas questões e evoluir o mercado de criptomoedas, de forma que seus benefícios para a economia brasileira fiquem claros.

A Bitso está participando ativamente das discussões com os órgãos reguladores que atuam de forma transparente e, também, interagindo no debate público para que regulamentações adequadas protejam os investimentos de todos aqueles que desejem adquirir e usar seus criptoativos, sem mudar a natureza livre, aberta e ágil da cripto economia.

Bússola: O que diferencia o modelo de negócio da Bitso dos outros players? Quais os principais diferenciais?

Thales Araújo de Freitas: Nosso maior diferencial é incentivar a inovação e o uso responsável da tecnologia de criptomoedas. Usamos todos os nossos recursos e capacidades para criar produtos que sejam úteis e acessíveis para os usuários e que tenham a mais alta segurança, regulamentação e confiança do mercado, para estimular novas formas de integração das soluções cripto à economia com segurança.

Entendemos que muitos usuários podem se sentir receosos ao ter sua primeira experiência no mundo cripto, e por conta disso, trabalhamos de forma árdua para tornar nossa plataforma o mais segura, transparente e confiável possível.  Para garantir isso, seguimos as exigências da GFSC (Comissão de Serviços Financeiros de Gibraltar), que é o mais alto padrão do setor, e adotamos de forma estrita todas as regulações dos países onde atuamos.

Bússola: Como a Bitso pode ajudar a desenvolver o setor como um todo?

Thales Araújo de Freitas: Nossa principal missão é fazer com que as criptomoedas sejam cada vez mais úteis para as pessoas, as empresas e a sociedade como um todo, ajudando a melhorar processos no dia a dia e ampliando a liberdade e inclusão financeira. Temos visto que cada país onde operamos tem características e necessidades específicas, que têm sido resolvidas por meio da tecnologia de criptomoedas.

Por exemplo, no México o envio de remessas têm sido uma das atividades econômicas mais importantes, então lá o uso de criptomoedas para tornar esse processo mais rápido, econômico e eficiente tem sido um dos principais casos de uso. Aqui no Brasil, vimos nos últimos anos os usuários de cripto com um perfil mais voltado a investimento, buscando os criptoativos como ferramenta de reserva de valor de longo prazo. Agora percebemos uma forte tendência de mudança nesse perfil e os usuários estão interessados em novas possibilidades de uso: mais imediatas, como fazer pagamentos ou compras instantâneas usando criptomoedas; e mais seguras, como os contratos inteligentes que permitem uma rastreabilidade maior na compra de produtos e serviços.

Acho que o grande impacto que veremos no mercado como um todo será realmente essa revolução financeira, com a população tendo amplo acesso às vantagens e oportunidades das criptomoedas na sua vida cotidiana, em um sistema descentralizado, digital, seguro e mais inclusivo para a população como um todo. Isso abre um mundo de possibilidades a milhões de brasileiros que hoje não têm acesso aos serviços financeiros tradicionais.

Bússola: Quais os principais desafios da empresa no Brasil?

Thales Araújo de Freitas: Acredito que o principal desafio do mercado de criptomoedas hoje é a educação — fazer com que as pessoas passem do estágio de dúvida e incertezas e entendam tudo o que essa tecnologia tem a oferecer em termos de inclusão financeira e oportunidades de desenvolvimento econômico.

Embora seja verdade que os criptoativos, assim como qualquer outro tipo de investimento, têm algum risco, o atual crescimento do setor, não apenas no como investimento, mas também possibilitando novas formas de uso, nos permite direcionar a conversa para oportunidades e mostrar como é que com os mais altos padrões de segurança e regulamentação — um foco principal para Bitso - o uso desta tecnologia pode impactar positivamente a vida de milhões de pessoas.

Especialmente no Brasil, onde temos uma memória histórica muito forte de hiper inflação, mudanças de planos econômicos etc, vemos que as criptomoedas e os criptoativos de forma geral surgem como uma reserva valor importante como alternativa a um cenário econômico instável, como forma de pagamentos e proteção do patrimônio em tempos de incertezas. E com um maior entendimento disso, as pessoas podem perceber cada vez melhor o benefício desse mercado no seu dia a dia.

Bússola: Quais os principais planos da Bitso para 2022 e a meta de crescimento?

Thales Araújo de Freitas: Hoje, a Bitso é a plataforma de criptomoedas líder na América Latina, em 2022 queremos ser os líderes do mercado brasileiro. Por isso, indo além dos produtos, estamos investindo para criar novas oportunidades em que os ativos digitais possam ser usados em transações dos mais variados perfis, como por exemplo, o piloto que a Bitso está fazendo agora no México com a Rappi que já está aceitando criptomoedas em seu app. Em breve teremos outros serviços aqui no Brasil, como a compra de ingressos para jogos de futebol através de criptomoedas.

Isso já está acontecendo, o uso de criptomoedas já está entrando no nosso dia a dia. E nossa meta é tornar cripto cada vez mais parte do cotidiano das pessoas, expandindo sua usabilidade e atingindo seu potencial de inclusão e liberdade financeira.

A Bitso está completando um ano de atividade no Brasil neste mês. E ficamos emocionados de ver que em tão pouco tempo já estamos impactando a vida das pessoas. Até o final de 2022, vamos expandir ainda mais nossa presença no mercado brasileiro, contratando pessoas, lançando novos serviços, ampliando a chegada da nossa marca, sempre focando em levar às pessoas: segurança, facilidade de uso e educação financeira.

O Brasil tem uma das populações mais entusiasmadas do mundo com novas tecnologias e com a tecnologia cripto. E na Bitso estamos focados em ampliar o acesso dos brasileiros aos novos serviços financeiros de cripto com a máxima segurança.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Como documentos eletrônicos impactam o Poder Judiciário

Como o metaverso pode se tornar um estilo de vida

De luxo à necessidade: como o futuro passa pelo Big Data