Podcast A+: As vacinas e a política

Episódio debate os desafios da imunização contra a Covid-19 no Brasil e os desdobramentos políticos da corrida pelas vacinas

O novo episódio do Podcast A+ debate a vacinação contra a Covid-19 no Brasil e seus efeitos políticos. Desde a aprovação pela Anvisa há quase duas semanas do uso emergencial da Coronavac e da vacina de Oxford/AstraZeneca, teve início, enfim, a imunização no país. E, junto com ela, o acirramento da guerra política em torno das vacinas.

No plano de imunização, a chinesa Coronavac, produzida aqui em parceria com o Instituto Butantan, saiu na frente e rendeu vitória política ao governador de São Paulo, João Doria. Já o governo federal acumulou desgastes neste início de vacinação com o atraso da vinda da Índia das primeiras doses do imunizante de Oxford/AstraZeneca, que tem convênio com a Fiocruz e sempre foi a aposta do Ministério da Saúde contra o coronavírus, e também em função das dificuldades  de importação de insumos da China para fabricar mais vacinas.

Diante dos desafios na aquisição e produção dos imunizantes, o Brasil assiste à escalada da doença. Já são mais de 220 mil mortes e a média móvel não para de subir. No mundo todo, o número de casos confirmados do novo coronavírus ultrapassou 100 milhões. Segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins, Estados Unidos, Índia e Brasil concentram quase a metade de todas as infecções de Covid-19 no planeta.

Com o agravamento da crise sanitária no país, os obstáculos para que a vacinação avance e o fim do auxílio emergencial, o Instituto Datafolha registrou queda na popularidade do presidente Jair Bolsonaro. Nesta semana, ele mudou o discurso e passou a defender as vacinas, inclusive como forma de manter a economia funcionando. Opinião compartilhada pelo ministro Paulo Guedes, e também por sete em cada dez brasileiros, segundo a pesquisa.

Bolsonaro disse ainda apoiar a iniciativa de empresários que negociam a compra de doses extras de imunizantes para doar ao SUS e proteger seus empregados. Governos de quinze estados brasileiros também tentam firmar contratos diretamente com laboratórios para compra de vacinas. Ao menos quatro governadores já demonstraram interesse pela Sputnik V, vacina russa ainda não aprovada no Brasil.

Com mediação do jornalista Rafael Lisbôa, o A+ desta semana reúne o sócio-diretor do Instituto FSB Pesquisa, Marcelo Tokarski, e os analistas políticos Alon Feuerwerker e Marcio de Freitas. A edição é de Guilherme Baldi.

Escute abaixo o episódio, e ainda pelo Spotify ou Apple Podcasts.

 

O Podcast A+ faz parte da plataforma Bússola, uma parceria entre a Revista Exame e o Grupo FSB.

Assine os Boletins da Bússola

Mais da Bússola:

 

 

Siga Bússola nas redes:  InstagramLinkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também