A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

PLAY: No Dia da Consciência Negra, você já aprendeu?

Feriado, mesmo que num sábado, é a oportunidade ideal para aprender, refletir e, claro, agir

Por Danilo Vicente*

É certeza que você já sabe que, em grande parte do país, este 20 de novembro é o Dia da Consciência Negra. A data é dedicada à reflexão sobre a inserção de negros e negras na sociedade brasileira. Ou deveria ser.

Feriado, mesmo que num sábado, é a oportunidade ideal para aprender, refletir e, claro, agir, ou começar a agir.

Aqui vai uma sugestão. Se você não é preto ou pardo, vá se informar. Hoje! Pode ser de graça ou pago. Há ótimas opções. E, sim, é algo muito importante, mesmo que você acredite que já conhece o assunto.

O Carrefour Brasil tem um portal – www.naovamosesquecer.com.br – com curso de Letramento Racial de Silvio de Almeida, professor, advogado, filósofo e autor do livro Racismo Estrutural, referência no assunto. Ele e a atriz Carlota Joaquina estão em cinco vídeos curtos e didáticos.

Esta é uma das ações que a empresa desenvolveu após a morte de João Alberto Freitas em um supermercado de Porto Alegre, que agora, dia 19 de novembro, completou um ano. A companhia vem investindo em ações internas, com fornecedores e para a sociedade, ligadas a educação, empreendedorismo, qualificação profissional e cultura. A finalidade é contribuir para o combate ao racismo estrutural no Brasil. João Alberto era negro e, após seu assassinato, o Carrefour assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público, destinando R$ 115 milhões a projetos e ações.

Outra iniciativa de relevo é do Magazine Luiza, que terá 100% de cashback neste sábado para quem adquirir livros de autores negros (pelo site e pelo aplicativo). Mais de 50 títulos selecionados. Que tal ler Apropriação Cultural, de Rodney Wiliam, ou Empoderamento, de Joice Berth?

Outra opção é o curso da filósofa Djamila Ribeiro, lançado neste dia 20. Estará na plataforma Feminismos Plurais, um streaming de educação antirracista e feminista coordenado por ela. O curso tem o objetivo de desconstruir comportamentos que reforçam o racismo nas relações sociais e vai abordar tópicos como racismo estrutural, interpessoal e institucional, discriminação e privilégios.

Se você desconhece os termos ou acha que são besteira, modismo, mimimi... faça um favor a si mesmo. Pague os R$ 19,90 mensais e assista aos cursos.

O Dia da Consciência Negra é para isso. Consciência.

*Danilo Vicente é sócio-diretor da Loures Comunicação

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a Exame. O texto não reflete necessariamente a opinião da Exame.

 

 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também