• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Inova e ação: Todos devem ser craques em tecnologia

Maiores conquistas acontecerão com o equilíbrio entre as diversas competências, perfis, desejos e demandas da sociedade
Capacidade em pensar, sentir e intuir que as pessoas têm deve ser aliada à tecnologia (Thinkstock/oatawa)
Capacidade em pensar, sentir e intuir que as pessoas têm deve ser aliada à tecnologia (Thinkstock/oatawa)
Por BússolaPublicado em 14/11/2021 11:19 | Última atualização em 14/11/2021 11:19Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Por Hugo Tadeu*

Ao longo dos últimos meses, diversos relatórios sobre o crescimento dos países e empresas vêm destacando a importância das novas tecnologias no impacto da produtividade. Ou seja, investir em novos conhecimentos vinculados ao mundo da ciência de dados, engenharia, tecnologia e inovação virou sinônimo de sucesso. Por outro lado, quem deseja sobreviver no mercado de trabalho precisa investir grande parte do seu tempo em conhecimentos técnicos. Do contrário, a chance de não encontrar um lugar para trabalhar é alta.

No entanto, em algum lugar na história recente, diziam que profissionais do universo da matemática e estatística seriam os grandes responsáveis pelo avanço da humanidade. Se voltássemos aos anos 40, este era o início da revolução tecnológica, com o advento de pesquisas sobre os computadores e os rascunhos iniciais do que hoje conhecemos como inteligência artificial.

Para os mais curiosos, recomendo a leitura de todos os artigos publicados pelos professores John Von Neummann e Alan Turing, combinando teorias sofisticadas sobre a dinâmica computacional e inteligência artificial. Aliás, se pudéssemos avançar um pouco no tempo, não seria muito diferente das inúmeras pesquisas conduzidas pela IBM, ainda mais com a adoção de seu supercomputador Deep Blue, que tem ampla capacidade para memorizar dados.

A combinação entre os conhecimentos técnicos da computação avançada com a ampla criatividade humana trouxe avanços consideráveis para a humanidade, como o surgimento dos primeiros sistemas operacionais, computadores pessoais, internet, buscadores web, entre tantas outras invenções. Por outro lado, trouxe também todo o desafio relacionado à segurança da informação e ao uso de dados, além de riscos gerados pela utilização inadequada destas tecnologias para o comportamento humano, com a formação de possíveis bolhas.

Diante de tantas evidências, quem ganharia no futuro focando apenas no universo tecnológico? As maiores conquistas acontecerão com o equilíbrio entre as diversas competências, perfis, desejos e demandas da sociedade, que devem ser explorados com maior dinamismo. Ainda mais com a enorme capacidade em pensar, sentir e intuir que as pessoas têm (ao contrário das máquinas!). Vale a reflexão e um pouco mais de análise crítica sobre o momento em que vivemos.

*Hugo Tadeu é professor e pesquisador da Fundação Dom Cabral

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube