Bússola
Acompanhe:
Um conteúdo Bússola

Ilha 3D abre espaço para comunicação e vendas de moda no metaverso

Projeto da Converse apoiado pelo Decentraland tem por objetivo facilitar a entrada de marcas brasileiras de moda e beleza na Web3 e no metaverso

Espaço está em construção, com inauguração prevista para março (Dilvulgação/Divulgação)

Espaço está em construção, com inauguração prevista para março (Dilvulgação/Divulgação)

B
Bússola

24 de janeiro de 2023, 15h00

Para facilitar a entrada de marcas brasileiras de moda e beleza na Web3 e no metaverso, a Converge, solução one stop shop para empresas no metaverso, prepara para março de 2023 o lançamento do Brazil Metaverse Fashion & Beauty District. A Converge é uma unidade de negócios da startup R2U.

O projeto conta com o apoio do Decentraland, universo em 3D governado por uma organização autônoma descentralizada (DAO), local onde o espaço ficará hospedado, e foi desenvolvido em parceria com o Gira Studio, estúdio Web3 focado em criações 3D em moda, arquitetura e artes.

Com referências brasileiras não usuais, o conceito gráfico do Brazil Metaverse Fashion & Beauty District envolve a concepção de uma ilha em 3D, que abrigará uma árvore com diversos níveis e "ninhos”. Esses espaços vão permitir que as marcas realizem diversas ações e ativações em um novo canal de comunicação, vendas e engajamento com seu público.

Entre os níveis onde as marcas de moda e beleza terão seus espaços, existirão galerias de arte para exposições e lançamentos de novos artistas plásticos e digitais, passarelas para desfiles de moda, palcos para shows, esplanadas, além de espaços para talk shows e mesas redondas. Os avatares dos visitantes chegarão até a ilha de barco e, durante o trajeto, já vão receber informações sobre a experiência.

“Nosso país tem artistas e marcas incríveis que precisam ser mostrados ao mundo para garantirem lugares de protagonismo também no metaverso. Por isso, estamos desenvolvendo o Brazil Metaverse Fashion & Beauty District, local onde celebraremos a moda e a beleza brasileiras. Será uma oportunidade de disseminar para o Brasil e para o mundo os criadores, as marcas, produtos e todo o ecossistema que gira em torno dessas indústrias tão importantes e reconhecidas”, afirma Valéria Carrete, Chief Metaverse Officer da Converge.

“Iniciativas como essa são exemplos de como diferentes comunidades ao redor do mundo podem discutir o futuro da moda, abrindo portas para a intersecção entre moda digital e moda física e também para uma nova maneira de criar e-commerce. E as plataformas como o Decentraland, e outros metaversos abertos, permitem que marcas se tornem parte da construção da Internet do futuro, em colaboração com os novos criadores que surgem nesse ecossistema”, diz Giovanna Graziosi Casimiro, Metaverse Producer no Decentraland Foundation.

Lançamento

Ainda em fase de desenvolvimento, o Brazil Metaverse Fashion & Beauty District será lançado oficialmente ao mercado durante a edição 2023 do Metaverse Fashion Week, que ocorre entre os dias 28 e 31 de março, no Decentraland.

Em sua primeira edição, realizada de 24 a 27 de março de 2022, o MVFW contou com a participação de 110 mil visitantes, que puderam explorar o mundo dos vestíveis e da moda digital. Marcas como Tommy Hilfiger, Etro, Selfridges, Dolce & Gabbana, Guo Pei e Paco Rabanne fizeram parte do evento, que foi considerado um dos mais bem sucedidos no metaverso em 2022.

Marcas interessadas em investir no Brazil Metaverse Fashion & Beauty District poderão adquirir diferentes tipos de cotas. Cada uma delas terá curadorias e benefícios, para um melhor aproveitamento do espaço, gerando engajamento do público e retorno para as empresas.

“O Brazil Metaverse Fashion & Beauty District marca o início de um projeto ambicioso: o de criar plataformas que abram o caminho e fomentem a presença brasileira na Web3, garantindo, assim, que a riqueza da nossa cultura seja representada e celebrada e que marcas e artistas nacionais possam desenvolver de forma concreta suas estratégias a médio e a longo prazo. Esses atores poderão mostrar seus produtos e talentos diante da comunidade internacional, enquanto aumentamos a acessibilidade para a comunidade brasileira”, afirma Raphael Bausch, fundador e CEO do Gira Studio.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Glaucia Guarcello: 5 tendências e fontes de inovação para 2023

TRENDS: O virtual como extensão do real

TRENDS: CES 2023, um futuro impensável

Últimas Notícias

ver mais
O consumidor tem sede de varejo
Bússola

O consumidor tem sede de varejo

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Oinc Filmes recebe aporte para internacionalização da marca 3 Palavrinhas
Bússola

Oinc Filmes recebe aporte para internacionalização da marca 3 Palavrinhas

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Danilo Maeda: Riscos e impactos sociais em foco
Bússola

Danilo Maeda: Riscos e impactos sociais em foco

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Comunidades no WhatsApp unem pequenos produtores rurais a clientes
Bússola

Comunidades no WhatsApp unem pequenos produtores rurais a clientes

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
icon

Brands

ver mais

Uma palavra dos nossos parceiros

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais