Bússola
Acompanhe:
Um conteúdo Bússola

Trends: CES 2023, um futuro impensável

O que a maior feira de tecnologia do mundo traz, na prática, para o mundo do marketing

Feira em Las Vegas apresenta tecnologias para hoje e para o futuro (Pavlo Gonchar/SOPA Images/Getty Images)

Feira em Las Vegas apresenta tecnologias para hoje e para o futuro (Pavlo Gonchar/SOPA Images/Getty Images)

P
Por Alexandre Loures e Flávio Castro*

19 de janeiro de 2023, 15h06

A International Consumer Eletronics Show, que aconteceu em Las Vegas dos dias 5 a 8 de janeiro deste ano, trouxe inúmeras novidades tecnológicas, como já era esperado.

Imagine Dragons fez um show em Dolby Atmos em um teatro com 5,2 mil lugares; Paris Hilton se apresentou como rainha do metaverso e Snoop Dogg atuou como DJ em uma festa da Amazon.

Shows não faltaram, assim como mirabolantes projeções tecnológicas. Historicamente, a feira expõe milhares de protótipos que nunca chegarão ao mercado, ou levarão anos até chegar, mas também traz inovações que já estão por aqui, em 2023, que terão ajustes, avanços e aplicações ainda não tão claras.

Para matar a curiosidade, lá se viu o primeiro carro voador; um barco elétrico; carrinho de bebê autônomo; animal de estimação robô com personalidade própria; carro revestido de camuflagem digital; impressora de cabelo com cores; secador de pets; sensor de xixi com diagnóstico de saúde; laptop 3D.

O que pudemos entender que estará muito rapidamente no mercado são as tantas mudanças nas telas de celulares, tablets e notebooks que oferecem várias opções de visualização, se expandindo, dobrando, estendendo, ajustando tamanhos de imagens; óculos que traduzem conversas em tempo real; projetores que transformam paredes em telas gigantes; smartwatches que contam como está a saúde do usuário; TVs sem fio; headsets de realidade virtual com tamanho reduzido e botões de ajustes para demandas visuais; telas com pontos quânticos geradores de cores, etc. etc….

A conclusão que chegamos é que o mundo virtual será cada vez mais imersivo e transformará diversos setores.

A porta de entrada poderá ser os headsets de VR, como também as telas que borram a linha da realidade como a conhecemos.

Para o universo do marketing, não basta conhecer as infindas tecnologias; é fundamental mensurar os gastos não só no que é possível incluir nas estratégias, mas também no que vale a pena investir.

A primeira coisa a se fazer, quando se pensa em adotar novas tecnologias, gadgets e afins, é pensar na utilização para cada marca.

É fato que incorporar tecnologia não é mais uma opção, mas é importante escolher qual solução usar que corresponde ao planejamento de cada empresa.

Não basta lançar uma novidade, mas ter claro qual o fundamento dessa inovação.

Quando nos deparamos com tantos lançamentos no mercado, logo pensamos em como utilizá-los, mas é possível incorporá-los de acordo com demandas e aplicações de soluções que farão a diferença.

Se planejamento sempre foi a palavra de ordem, com tantas ferramentas sedutoras, essa organização de utilização de recursos se faz urgente para não cair na tentação de incorporar o novo, sem fundamentos.

Amadurecer ideias e, ao mesmo tempo, estar atento à contemporaneidade é lição de casa para todos nós.

Soluções reais para problemas reais.

É possível pesquisar utilidades, criar, sem esquecer a personalidade que cada empresa deve manter.

A CES trouxe as informações necessárias para um ano que promete ser o começo de um futuro que nem as previsões mais mirabolantes desenharam.

O negócio é manter os pés no chão, a mente aberta e atenta, e o foco na tênue linha entre perspectiva e realidade.

Um bom começo, e simples, é pensar em um marketing de conteúdo que poderá ser distribuído nos mais variados, e antes inimagináveis formatos.

*Alexandre Loures e Flávio Castro são sócios do Grupo FSB

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a EXAME. O texto não reflete necessariamente a opinião da EXAME.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

TRENDS: Autenticidade, velocidade e criatividade

Olist lança Calendário do E-commerce para guiar lojistas em 2023

Bússola & Cia: Preço de medicamento sobe mais que inflação geral em SP