Bússola
Acompanhe:
Um conteúdo Bússola

Cristiano Zanetta: 5 tipos de lideranças que todo gestor deve dominar

Ser um bom líder é essencial para um bom ambiente de trabalho

Autor é considerado o Batman do Brasil (Divulgação/Divulgação)

Autor é considerado o Batman do Brasil (Divulgação/Divulgação)

B
Bússola

Publicado em 2 de dezembro de 2022, 16h00.

Motivar pessoas a trabalharem em direção a um objetivo comum, comunicar ideias de maneira eficaz e incentivá-las a assumir responsabilidades, são alguns dos principais papéis de um bom líder. E isso não significa ser amado por todos, pois o conceito da verdadeira liderança se baseia na habilidade de provocar interesse e influenciar pessoas à sua volta. O que pode fazer até mesmo com que você seja odiado por alguns.

O líder é aquele que, diante de uma situação que precise de cautela e extrema assertividade na tomada de decisão, já sabe qual o melhor caminho a seguir. Com este protagonismo, ele consegue interferir, direta ou indiretamente, no modo de pensar e agir daqueles que estão ao seu redor. Mas, para ser a “bússola” num contexto de caos, é preciso ter um alto nível de empatia, compaixão e senso de justiça inabalável.

Antes de qualquer coisa, é importante ter em mente que não são apenas nos momentos difíceis que precisamos de um líder. Na verdade, precisamos das orientações desse mentor justamente para que a gente não chegue a situações tão caóticas. E, apesar de cada liderança em si ter uma diferença em seu modus operandi, todas elas possuem o mesmo objetivo: influenciar positivamente todos aqueles à sua volta. Afinal, sabemos que um bom líder é aquele que conhece o caminho, segue tal direção e mostra o destino final.

E quais são os cinco tipos de lideranças que todo gestor deve dominar?

1. Conhecimento (essencial e frágil)

Ter conhecimento sobre qualquer assunto é essencial, sobretudo para ser um líder. No entanto, este tipo de liderança é o mais frágil de todos, pois só ter o conhecimento de um assunto sem colocá-lo em prática e não ter experiência em realizar, não vai te fazer um líder exemplar.

O líder do conhecimento é aquele que não tem filtro ou senso crítico e muitas vezes absorve uma informação como forma de verdade, sem ao menos se questionar se aquilo realmente faz sentido para ele.

2. Atitude (instinto)

Esse líder, diferentemente do anterior, não fica pairando apenas na zona do conhecimento, mas parte também para a iniciativa de uma atitude. Em uma situação caótica, é aquele que tem uma ação rápida, firme e consistente para solucionar o problema.

Ser um líder de atitude não tem a ver com o cargo que a pessoa ocupa e nem mesmo com a experiência, mas sim com a atitude instintiva que ele tem. E isso o difere dos outros.

3. Exemplo (vigor moral e valores)

Para ser um líder do exemplo é importante saber que a sua profissão em si requer liderança. Seja você médico, delegado ou padre. Cada uma delas tem uma conduta diferente da outra, pois uns têm mais "liderança" que outros (a depender do cargo que ocupam).

Devido a construção de sua imagem, o líder do exemplo automaticamente se torna autoridade e referência. Ele pode ser bom e eficiente no que faz, mas é fraco. Esse mentor utiliza do status por trás da sua ocupação para tirar proveito como líder. Afinal quanto mais “relevante” ele for diante dos demais, mais ele vai se sobressair somente pela sua posição social.

4. Sabedoria (conhecimento na prática = experiência de vida)

Normalmente esse tipo de liderança é aplicado com a idade, pois quanto mais velho você for, mais experiente será. Para o líder da sabedoria, independentemente das suas formações ou livros que tenha lido, o tempo de vida que você teve, em comparação ao de alguém muito mais novo, sempre será prevalecido. Pois o conhecimento de vida aplicado na prática gera experiência.

Esse líder é aquele que construiu a sua narrativa e se desenvolveu através das suas próprias vivências. O líder da sabedoria já viveu o suficiente para saber quais são os prós e contras de uma situação, seja por ter presenciado ou visto algo semelhante em algum momento da vida.

5. Inspiração (ver através da escuridão)

Motivar e inspirar pessoas quando elas não enxergam mais nenhuma perspectiva. O líder da inspiração é aquele que te mostra uma luz no fim do túnel em uma situação que não há mais saída. Ele te mostra um propósito e te faz entender que independente da situação que você se encontra, há sempre uma forma de lidar com a sua dor de forma positiva.

Eu, por exemplo, vi isso ser colocado em prática dentro do ambiente hospitalar, quando o meu trabalho voluntário, como Batman, foi questionado por médicos e psicólogos. Mas, por meio da "inspiração", consegui mostrar que podia fazer a diferença mudando a forma que era realizado o tratamento de pacientes oncológicos por parte dos profissionais da área de saúde. Com isso, eles passaram a adaptar suas práticas, buscando melhores abordagens para lidar com pessoas emocionalmente fragilizadas.

Os lobos são um ótimo exemplo de liderança através da inspiração. Em uma alcateia, aqueles que são mais fracos (os doentes, velhos ou com menos idade) sempre vão na frente para manter o ritmo da caminhada. Estes, são seguidos pelos cinco mais fortes do grupo, que os defenderão em uma situação de risco. O líder dessa alcateia vai por último, pois não deixa ninguém para trás. A sua missão não é tirar proveito para chegar a salvo, mas sim fazer com que todos cheguem ao destino. Ele está sempre inspirando todos a continuarem andando e a não desistirem.

*Cristiano Zanetta é empresário, palestrante e filantropo e, há mais de 15 anos realiza visitas sociais em oncologias de hospitais por todo o país, utilizando a armadura do homem morcego e é o único reconhecido oficialmente pela Warner Bros. Entertainment Inc. como o Batman do Brasil

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

VEJA TAMBÉM: