Caio Carneiro: Persuasão é diferente de manipulação

Saber ser persuasivo é um dever de todo empreendedor que deseja se sobressair e não se tornar obsoleto no mercado

Por Caio Carneiro*

Muitos ainda veem com maus olhos a capacidade de persuadir. No entanto, a cada dia essa habilidade se torna mais necessária em um mundo cada vez mais competitivo.

A palavra persuasão, que tem como definição “certeza fortemente estabelecida; convicção”, por muitas pessoas é confundida com manipulação. Talvez porque tais pessoas já tenham sido vítimas da persuasão, que no aspecto negativo é utilizada apenas para preencher os próprios interesses do manipulador. O significado de manipular é “Falsificação da realidade que busca induzir alguém a pensar de determinada forma”.

Trocando em palavras, persuadir é influenciar alguém a fazer algo a seu próprio favor. Por exemplo: sugiro que alguém compre o meu produto pois sei o bem que fará a essa pessoa. Já a manipulação seria influenciar alguém a fazer algo apenas a meu favor.

Tanto a persuasão como a manipulação derivam da influência — alguém se apropriando de técnicas eficazes para induzir seu comportamento e suas decisões a uma determinada escolha.

As empresas e o mercado estão cada vez mais persuasivos. Hoje, em meio a tanta informação, nossos cérebros buscam atalhos para tomar decisões mais rapidamente.

Meu ponto aqui é reforçar e esclarecer os significados pré-estabelecidos. A persuasão é como uma ferramenta, e pode ser utilizada para construir ou destruir, para salvar ou para acabar, para contribuir ou apenas atrapalhar.

O mundo das vendas sempre foi muito mistificado por conta disso, sempre foi jogado sobre as nossas cabeças que devemos tomar cuidado com vendedores, que eles nos “enrolam” e nos fazem tomar decisões que não queríamos — isso é uma evidência clara de que o problema não está na ferramenta, mas no ser humano. Ferramentas não têm interesses próprios, já o ser humano pode ser rei em olhar mais para o seu próprio umbigo, seja ele um vendedor ou um médico cardiologista.

Persuasão é o que nos faz ter o desejo, nutre nossas vontades e prende nossa atenção. Saber como utilizá-las é um dever de todo empreendedor que deseja se sobressair e não se tornar obsoleto no mercado.

Quando vemos o testemunho positivo de alguém sobre algum serviço prestado, é um artifício de persuasão. Quando alguém nos faz algo de bom grado, sem pedir nada em troca, é um artificio de persuasão. Quando vemos uma longa fila em frente a uma loja, é um artificio de persuasão. Quando celebridades chancelam seus nomes em produtos, é um artificio de persuasão.

Persuadir nunca foi o problema, pelo contrário, é algo que deve ser feito por todos que verdadeiramente acreditam na solução que oferecem ao mundo. O objetivo dessas breves linhas é te persuadir, no sentido literal da palavra, para que você seja mais persuasivo, mais intencional em suas ações, porque se você realmente acredita no que faz, isso te tornará mais magnético e atraente. Além disso, só fará bem ao mundo e não há nada que possa dizer para me manipular ou que me prove o contrário. Seja persuasivo.

* Caio Carneiro é empreendedor, investidor, expert em vendas diretas, palestrante e autor do best-seller Seja Foda!, livro de negócios mais vendido do país e também do livro Enfodere-se!

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a EXAME. O texto não reflete necessariamente a opinião da EXAME.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também