Um conteúdo Bússola

Bússola Cultural: Semana tem penúltimo episódio de Vozes Negras

Confira toda quinta-feira sugestões da Bússola com o melhor da programação cultural de São Paulo
Parceiros Maurício Pereira e Tonho Penhasco estarão juntos no Teatro Sérgio Cardoso (Divulgação/Divulgação)
Parceiros Maurício Pereira e Tonho Penhasco estarão juntos no Teatro Sérgio Cardoso (Divulgação/Divulgação)
B
BússolaPublicado em 28/07/2022 às 20:13.

Por Bússola 

Micro, de Maurício e Tonho

“Micro” é um trabalho que nasceu em um modo meio casual. Um duo, a voz de Maurício Pereira acompanhada pela guitarra de Tonho Penhasco. O disco  traz 12  canções, que serão apresentadas em espetáculo no Teatro Sérgio Cardoso. No repertório ainda, versões das músicas do disco “Outono no Sudeste”, (“Florida”, “Mulheres de Bengalas”, “A Mais”, “Tudo Tinha Ruído”) e outros discos, como “Pra Marte”, de 2007  e “Pra Onde Que Eu Tava Indo”, de 2014, discos em que Tonho é um parceiro importante de Maurício. 

6 e 7 de agosto; sábado às 19h e domingo às 20h; para mais informações, acesse o site do Teatro Sérgio Cardoso.  

Vanessa Brown interpreta Sandra de Sá em “Vozes Negras” (Pedro Ivo de Oliveira    /Divulgação)

Do Soul ao Afropop 

O quinto espetáculo da série musical “Vozes Negras - A Força do Canto Feminino” exalta duas cantoras que botaram o país inteiro para dançar: Sandra de Sá e Margareth Menezes. Prepare-se porque vai ter festa de clube e de rua. Sandra é considerada uma evolução natural do movimento Black Rio que, pela primeira vez, tinha uma representante feminina. Margareth é a rainha do afropop baiano. É pra dançar! No repertório musical, grandes sucessos da dupla. Como convidadas desta semana, estão Djamila Ribeiro, Eliane Dias, Patrícia Santos e Aretha Sadick.  

De quinta a domingo (28 a 31 de julho), no Teatro Sérgio Cardoso, para mais informações, acesse aqui 

A chilena Olga Quiroga, referência em causas sociais em São Paulo faz parte da série Transversal do Tempo (Divulgação/Divulgação)

A vida começa aos 60 

A plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa apresenta a série “Transversal do Tempo”, documentário em 13 episódios que mostra 14 brasileiros contemporâneos que se reinventaram após os 60 anos de idade. Conheça homens e mulheres, entre abastados e modestos, famosos e anônimos, em seus múltiplos ofícios e singularidades. A atriz Nicole Puzzi, o ex-ministro de Direitos Humanos José Gregori, a chilena Olga Quiroga, referência em causas sociais em São Paulo são alguns dos personagens da série.  

Todos os episódios já estão disponíveis, acesse aqui 

Mural Onças (Maurício Burim /Divulgação)

Terra Indígena 

Inaugurado no mês passado, o Museu das Culturas Indígenas apresenta a exposição “Ocupação decoloniza SP – Terra Indígena”. A mostra temporária ocupa as áreas externas, como muros e empenas, espalhando por todo o espaço diferentes linguagens artísticas. Criada e executada por realizadores indígenas, a exposição destaca os grafismos Guarani e murais com onças, pintadas em duas grandes paredes externas. Uma onça-mãe traz a mensagem da importância do papel feminino na defesa da vida. Com olhares decoloniais sobre o espaço urbano, periférico e comunidades, esses artistas vão desconstruindo narrativas equivocadas sobre as culturas dos povos originários. As temáticas da resistência e luta pelos direitos indígenas como parte do movimento de retomada artística indígena na contemporaneidade estão presentes em diferentes obras. 

Mais informações, acesse o site do museu.  

Peça mostra estranha relação entre advogado e seu funcionário (Divulgação/Divulgação)

Bartleby 

O espetáculo “Bartleby” mostra a estranha relação entre um advogado e seu funcionário, o escriturário Bartleby. Apesar de não se opor às solicitações de seu chefe, o funcionário utiliza repetidamente a frase “Prefiro não”, resistindo assim às ordens de seu patrão. Tal resistência pacífica coloca em xeque todo o sistema de normas, valores e referência de seu superior, despertando uma sucessão tragicômica de acontecimentos. A peça tem direção de Joaquim Goulart. No elenco estão Cácia Goulart e Vanderlei Bernadino.  

Acesse já pela plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa 

O encontro de dois espetáculos (Monica Aduni /Divulgação)

Água em Mim e MAR 

Os espetáculos “Água em Mim” e “MAR- Sobre o derramamento cotidiano” se encaixam em um encontro entre duas linguagens, escritas cênicas diferentes poetizando questões compartilhadas: como são vividas as diásporas, as re-territorializações, o antes e depois de nascimentos e renascimentos como mulheres, mães. Os dois trabalhos estão no Teatro Sérgio Cardoso e tenta trabalhar o encontro entre formas,  estéticas, técnicas, linguagens distintas e semelhantes. São duas performances solos com trilhas sonoras criadas especialmente para as obras. As performances são seguidas de um bate-papo sobre essas temáticas abordadas. 

Sexta-feira, 5 de agosto, às 19h, mais informações, acesse o site do Teatro Sérgio Cardoso.  

Todo samba de Germano Mathias no Revelando SP (Divulgação /Divulgação)

O Catedrático do Samba 

Para quem perdeu o Revelando SP, realizado de 20 a 24 de julho no Parque da Água Branca, nem tudo está perdido. É possível curtir as apresentações musicais do evento pela plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa, a primeira gratuita do país e que concentra quase cinco mil conteúdos entre peças de teatro, cinema, espetáculos musicais, bate-papos, podcasts e muito mais. Neste vídeo, gravado durante o Revelando SP na última sexta-feira (22), o artista paulistano Germano Mathias celebra 67 anos de samba tradição e se prepara para o lançamento do seu 21º álbum, cujo nome faz alusão ao tempo de carreira do sambista. O Catedrático do Samba, como é conhecido, foi uma das atrações do Festival Revelando SP Online, que reúne anualmente muito artesanato, culinária e manifestações culturais de diversos municípios paulistas. 

Aproveite, já disponível,  acesse aqui

Mostra Já Raiou a Liberade: Hinos do Brasil em Belo Horizonte (Divulgação/Divulgação)

Hinos do Brasil 

A exposição Já Raiou a Liberdade: Hinos do Brasil apresenta, de forma inédita, os originais dos quatros principais hinos do Brasil: o da Independência, o Hino Nacional, o da Bandeira e o da Proclamação da República. Essa é a primeira vez que os hinos saíram da Universidade Federal do Rio de Janeiro para serem expostos para o público. A exposição apresenta ao público verdadeiras relíquias históricas que representam momentos emblemáticos do país. Além disso, foram trazidas outras composições, como o Hino da Feliz Aclamação de D. João VI e a Estrela do Brasil, além de documentos que integram o processo de construção das partituras. Os ingressos devem ser retirados de quinta e sexta-feira. 

Para mais informações, acesse a plataforma Agenda Bonifácio que reúne a programação cultural e muita história sobre o bicentenário da Independência.  

Cie Sam Hester participa do festival no Teatro Sérgio Cardoso (Gregory Baterdon /Divulgação)

Dança em trânsito 

Um dos mais longevos festivais de dança contemporânea do Brasil, o “Dança em Trânsito” completa 20 anos com uma edição comemorativa que se estende por mais de três meses, percorrendo todas as regiões do país, incluindo uma parada em Paris no mês de setembro. De 14 de julho a 21 de outubro, 36 companhias e artistas do Brasil, Eslovênia, Espanha, França, Itália, Suíça e Coreia do Sul ocupam palcos e espaços públicos de 13 capitais brasileiras e 18 outras cidades com espetáculos, residências, intercâmbios e oficinas. Em São Paulo, o festival acontece entre 28 de julho e 1º de agosto, no Teatro Sérgio Cardoso,  equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e gerido pela Amigos da Arte.  

Para mais informações, acesse o site do Teatro Sérgio Cardoso.  

Tempos Fugits I, de Marisa Melo (Divulgação /Divulgação)

Cryptoart

A UP Time Art Gallery, galeria paulistana,  promove  no Morumbi TownShopping a mostra “Cryptoart”. Por meio da ativação onírica e visual, a mostra coletiva pretende levar os espectadores a uma viagem no imaginário, por meio de uma experiência imersiva. A ideia é criar um ambiente interativo, onde o potencial consumidor possa comprar sua NFT na hora, por meio das bitcoins ou do seu próprio cartão de crédito internacional. 

Até 22 de setembro, para mais informações, acesse aqui 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também 

Bússola Cultural: semana tem Bloco do Caos, Dia do Rock e Revelando SP 

Faltam exatamente 4 meses: a Copa do ineditismo vem aí 

Quando play no rádio do carro ajuda: Istambul é cidade com maior trânsito