Um conteúdo Bússola

Bússola Cultural: Semana destaca a CPN na Flip e a Virada SP

Confira toda quinta–feira sugestões da Bússola com o melhor da programação cultural de São Paulo
Grupo Ira! participa da ViradaSP Online (Bússola/Divulgação)
Grupo Ira! participa da ViradaSP Online (Bússola/Divulgação)
B
BússolaPublicado em 24/11/2022 às 20:45.

Virada virtual

A Virada SP, a maior festa cultural do litoral e interior de São Paulo, aconteceu durante dois anos no formato virtual, em função do isolamento social imposto pela pandemia da Covid 19. Para que esses shows e espetáculos sigam ao alcance de um clique, a plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa, gerida pela Amigos da Arte, acaba de reunir mais de 100 atrações realizadas no período. Tudo gratuito. Além da programação cultural, a plataforma também apresenta a cidade e os artistas locais participantes de cada uma das edições das Viradas. Para começar, os sucessos de Ira!, Paralamas do Sucesso e Rico Dalasam.

Olodum está na programação da Virada SP Iguape (Bússola/Divulgação)

Virada presencial

Neste final de semana, Votuporanga e Iguape recebem a Virada SP com 24 horas de programação. No destaque, shows de artistas como Marcelo Jenecy, Irá!, Melim, Nando Reis, Olodum e muito mais. A maratona cultural reúne diversas linguagens artísticas como teatro, música e projeção mapeada. Toda a programação é gratuita e ocupa vários locais da cidade. O programa foi criado pelo governo do estado de São Paulo em 2007 e, desde então, é gerido pela Amigos da Arte. Este ano, 22 municípios foram contemplados com a ação. Dias 26 e 27 de novembro.

Casa em Paraty é palco para conversas, shows e muito mais (Bússola/Divulgação)

 

Casa Poéticas

A Casa Poéticas Negras (CPN) leva para a 20ª Festa Literária Internacional de Paraty o lançamento de mais de 300 publicações de autores consagrados como Conceição Evaristo, Esmeralda Ribeiro, Lia Vieira e Claudinha Alexandre, entre outros. A participação da CPN envolve ainda 13 editoras dedicadas à literatura e às artes afro-brasileiras, diaspóricas e indígenas e vai contar ainda com uma programação de mais de 40 horas com rodas de conversa, apresentações culturais e teatrais, além de shows e discotecagem. O espaço da Casa Poéticas Negras, no centro de Paraty, vai se dedicar a resgatar, valorizar e promover as manifestações artísticas com o tema “Aquilombar-se. Ato ou efeito”.

Barca dos Corações Partidos apresenta “Desancora” (Daniel Barboza/Divulgação)

Desancora nos 10 da Barca

A Barca dos Corações Partidos está de volta na plataforma #CulturaEmCasa e apresenta o espetáculo “Desancora”. Conhecida como um dos grupos mais irreverentes do país, e que este ano comemora 10 anos de estrada, a Barca traz nesse show uma mistura de canções autorais dos espetáculos “Auê”, “Suassuna – O Auto do Reino do Sol” e "Macunaíma" com novas composições. O show conta ainda com as participações especiais de Lucas dos Prazeres, que esteve no palco em “Jacksons do Pandeiro”, e Rick de La Torre, já conhecido da trupe em “Auê”, assumindo a bateria em todos os números. Imperdível.

Marcelo Rocha do ‘Soul Connection’ está na série Raízes Black (Bússola/Divulgação)

Raízes, temporada 2

A série “Raízes Black” chega à segunda temporada, com homenagens à cultura negra no Brasil. Assim como na primeira temporada, a série conta com depoimentos, entrevistas e números musicais representados por protagonistas e reflete a beleza da cultura negra, tantas vezes marginalizada no Brasil. Samba, rap, funk e muito mais invade a programação da #CulturaEmCasa para comemorar o mês da Consciência Negra no Brasil.

“Mar de música" tem apresentações que celebram a diversidade cultural brasileira (Bússola/Divulgação)

Navegar é preciso

Navegar é uma arte. E o Museu de Arte do Rio levou o dito popular ao pé da letra ao criar o MAR de Música, projeto que leva as artes visuais e a música a dividirem o mesmo porto. A linguagem musical ancorada ao espaço museal, para o desfrute de quem celebra um dos maiores patrimônios do país: a diversidade cultural. O projeto, que já levou aos pilotis do museu mais de 55 mil pessoas, agora atraca na plataforma #CulturaEmCasa. Para começar, o  Baile do Mulú chega misturando funk com música eletrônica e promete não deixar ninguém parado. Na sequência,  embarca BNegão, a voz potente do hip-hop nacional. Para dar uma acalmada, o projeto traz o tropicalismo da Bala Desejo, com o melhor da MPB.

Atração celebra as raízes da cultura caipira, do circo, teatro, música (Bússola/Divulgação)

 

Circo da Cuesta

O Panorama CulturaSP apresenta o que tem sido realizado no setor cultural paulista. A partir de uma curadoria específica, a ação traz o conteúdo de diversos realizadores das artes e de produtores independentes, contemplados em diversos editais emergenciais de cultura no estado de São Paulo. Entre espetáculos de teatro, atrações musicais, entre outras ações, o destaque da vez é para a arte circense. A tradicional quermesse do vilarejo de Nossa Senhora das Dores recebe o “Circo da Cuesta”.  Enquanto os artistas não chegam, organizadores do evento se desdobram com malabarismos, ilusionismos e acrobacias para entreter o ansioso público à espera da apresentação. Entre números circenses e canções autorais, o espetáculo celebra as raízes da cultura caipira, do circo, teatro, música e culinária típica local. Prepare-se para muita emoção, inovação, piruetas e boas risadas.

Show de Paula Lima em Campos do Jordão com Big Band está na plataforma #CulturaEmCasa (Bússola/Divulgação)

Paula Lima e Big Band

A cantora e compositora paulista Paula Lima e a SP Big Band sobem ao palco do auditório Claudio Santoro, em Campos do Jordão, para uma apresentação com muito soul, funk, ritmos brasileiros e latinos. Com um “swing” contagiante, a SP Big Band apresenta performances impactantes, com características únicas, e Paula Lima entoa faixas como “Quero Ver Você no Baile”, “Homem Pássaro”, “Mas Que Nada”, entre outros sucessos.

Coletânea traz relatos de ocupações em escolas de dez estados brasileiros (Bússola/Divulgação)

Ocupações estudantis

"A presença da felicidade: ocupações estudantis no Brasil em 2015 e 2016" é uma coletânea organizada por Luís Antonio Groppo, Ana Luísa Fayet Sallas  e Flávio Sofiati. O livro traz uma  pesquisa nacional que envolveu 10 estados brasileiros que tiveram escolas de Ensino Médio ocupadas em 2015 e 2016.. A primeira parte, “Um país de ocupações”, analisa em sete capítulos os aspectos do movimento das ocupações, como as emoções, a formação política, a religiosidade, jovens LGBTQIAP+,  negras e negros. “Os estados da ocupação” compõe a segunda parte do livro. São oito capítulos que analisam o movimento em Goiás, Ceará, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná (em dois capítulos), Espírito Santo e Santa Catarina.

WinniT é um dos MCs que participam da série original #CulturaEmCasa (Bússola/Divulgação)

 

Uma batalha por dia

Um novo original #CulturaEmCasa, a série “Uma Batalha por dia” mostra a trajetória de cinco MCs da região metropolitana de São Paulo. Muitas vezes às margens da cultura e da sociedade, esse movimento cultural de grande importância dentro do hip-hop nacional ganha seu merecido espaço na plataforma. “Uma Batalha por Dia”, com direção de Rubens Crispim Jr, chega com novos episódios toda quarta-feira, sempre às 20h, pela plataforma e aplicativo #CulturaEmCasa.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

VEJA TAMBÉM: