Temer retira urgência de projeto que muda meta fiscal

Decisão do vice-presidente foi tomada após reunião com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL)

Brasília - O presidente da República em exercício, Michel Temer, decidiu nesta quinta-feira, 13, retirar a urgência do projeto de lei que muda a meta fiscal.

A solicitação de urgência foi feita formalmente hoje, no Diário Oficial da União, dois dias depois de o governo se esquecer de fazer o pedido ao enviar o projeto que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2014 (LDO).

A decisão de Temer foi tomada após reunião com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Segundo o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, apurou, a orientação do Palácio do Planalto é evitar um confronto político e jurídico com a oposição, que ameaçou ir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender a urgência solicitada pelo governo.

O objetivo do Planalto, agora, é prosseguir com o cronograma apresentado pelo relator da matéria, senador Romero Jucá (PMDB-RR), e tentar encurtar a tramitação.

A mensagem de Temer que pede a retirada da urgência será publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.