Temer prevê objeções à reforma da Previdência no Congresso

Presidente afirmou que seu governo vai dialogar com os parlamentares para fazer frente a esses pontos

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira em entrevista à Rádio CBN que espera "objeções" à proposta de reforma da Previdência no Congresso Nacional e que seu governo vai dialogar com os parlamentares para fazer frente a essas objeções.

Indagado se não pode se sentir tentado a buscar a reeleição em 2018, caso seu governo tenha sucesso, o presidente afirmou que busca apenas ser reconhecido pela História quando concluir o mandato que assumiu no ano passado, após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Temer também negou na entrevista que o deputado federal cassado Eduardo Cunha tenha qualquer influência em seu governo, após declarações neste sentido do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e garantiu que seu diálogo com Renan é frequente e que tem certeza que o líder peemedebista seguirá ajudando seu governo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.