Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Tudo o que você precisa saber sobre a suspensão de doses da Coronavac

A Anvisa anunciou neste fim de semana que mais de 12 milhões de doses de Coronavac passaram por processos de produção em uma fábrica na China que não foi inspecionada pela agência

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou neste fim de semana que mais de 12 milhões de doses de Coronavac passaram por processos de produção em uma fábrica na China que não foi inspecionada pela agência e, por isso, teriam o uso suspenso no Brasil.

Secretarias de Saúde de pelo menos 13 estados e do Distrito Federal receberam vacinas desses lotes e já distribuíram aos municípios. Quatro desses estados confirmaram a aplicação de parte das doses.

Por que a Anvisa suspendeu os lotes da Coronavac?

A suspensão ocorreu porque o Instituto Butantan, responsável pela distribuição do produto em território nacional, informou à Anvisa na sexta-feira (3) que a farmacêutica chinesa Sinovac enviou para o Brasil doses da Coronavac envasadas em uma de suas fábricas ainda não inspecionada e aprovada pela agência reguladora brasileira.

Diante do fato, a Anvisa determinou, neste sábado, a interdição cautelar dos lotes da vacina, proibindo a distribuição e o uso dos imunizantes que foram envasados em local não autorizado.

Quantas doses estão suspensas?

A Sinovac enviou ao menos 25 lotes com um total de 12.113.934 doses da Coronavac envasadas na fábrica não aprovada pelo órgão.

Outros 17 lotes com 9 milhões de doses compradas pelo Brasil, também envasadas no local não inspecionado, seguem na China em tramitação de envio e liberação para o Brasil.

Quais são os lotes suspensos?

• IB: 202107101H, 202107102H, 202107103H, 202107104H, 202108108H, 202108109H, 202108110H, 202108111H, 202108112H, 202108113H, 202108114H, 202108115H, 202108116H e L202106038.

• SES/SP: J202106025, J202106029, J202106030, J202106031, J202106032, J202106033, H202106042, H202106043, H202106044, J202106039, L202106048.

Lotes em tramitação de envio e liberação ao Brasil:

• IB: 202108116H, 202108117H, 202108125H, 202108126H, 202108127H, 202108128H, 202108129H, 202108168H, 202108169H, 202108170H, 2021081701K, 202108130H, 202108131H, 202108171K, 202108132H, 202108133H, 202108134H

As vacinas serão descartadas?

A orientação é que as doses não sejam descartadas. Há esperança de que o seu uso seja liberado, e o imunizante não tenha que ser desperdiçado.

A Anvisa suspendeu a distribuição e aplicação das doses produzidas na fábrica não certificada pelo prazo de 90 dias. Neste período, a agência vai avaliar se a qualidade, a segurança e a eficácia das vacinas enviadas pode estar comprometidas.

Quais estados já aplicaram as doses suspensas?

São Paulo foi o estado que concentrou a maior aplicação de doses da Coronavac dos lotes suspensos pela Anvisa. O governo paulista disse ter aplicado cerca de 4 milhões de unidades.

A Secretaria da Saúde paulista disse que não foram registrados eventos adversos no grupo que tomou as injeções. Disse também aguardar orientação federal sobre a distribuição de uma remessa de 1,5 milhão de doses entregues na sexta-feira.

O Paraná informou ter recebido apenas 3,2 mil doses de um dos lotes suspensos, mas não disse quantas foram usadas. Segundo o governo estadual, essa remessa foi distribuída para as regionais nos dias 28 de julho e 13 de agosto.

Outro lote de 338,2 mil doses, parte da remessa interditada, tinha previsão de chegar anteontem a Curitiba, mas foi redirecionado de volta a São Paulo.

O Rio de Janeiro disse ter recebido só um dos lotes, com 547,8 mil doses, cuja distribuição ainda estava em curso. A capital fluminense informou que 1.206 pessoas foram imunizadas com doses suspensas.

O Ceará distribuiu 3 mil doses dos lotes suspensos para Fortaleza, mas não detalhou a aplicação.

Amazonas, Roraima e Distrito Federal disseram ter recebido remessas sob interdição mas ainda não haviam distribuído.

Conforme dados de bases oficiais, não há registros do uso desses lotes em seis Estados e no Distrito Federal. Há atrasos entre a aplicação da vacina e a inserção da informação no sistema federal, portanto este número pode estar defasado.

Tomei uma dose do lote suspenso. E agora?

De acordo com o diretor da Anvisa, Antônio Barra Torres, quem tomou uma dose do lote suspenso "são pessoas que serão observadas e, obviamente, qualquer necessidade de ajuste vacinal para o futuro, ele será feito".

Em nota, o Instituto Butantan destacou que "a medida da Anvisa não deve causar alarmismo", que foi o próprio instituto que fez o alerta por "extrema precaução", e que "convida a cúpula da Anvisa para voltar a conhecer as instalações das fábricas da Sinovac" na China.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também