SP receberá estudos sobre concessão do bilhete único

O sistema que integra o transporte público municipal e estadual representa um custo anual próximo de R$ 240 milhões aos cofres públicos

São Paulo – O governo de São Paulo e a prefeitura da capital paulista vão receber nos próximos 40 dias estudos sobre a concessão para a iniciativa privada da operação do sistema de bilhete único do transporte paulista, que representa um custo anual próximo de R$ 240 milhões aos cofres públicos.

Será publicado ainda nesta segunda-feira, 28, o edital conjunto do processo de chamamento que vai ouvir o mercado sobre os serviços que poderão ser explorados pela empresa que vencer a licitação aos usuários dos bilhetes.

A concessionária, que será responsável pela gestão, operação e manutenção do sistema, não terá ingerência sobre as tarifas cobradas em trens e ônibus.

Os estudos não terão ressarcimento público e devem levar em conta ainda que os dados e informações de transporte pertencem aos poderes concedentes, assim como observar a privacidade de seus usuários.

Também não poderão ser criadas novas tarifas e a concessionária terá que se comprometer a não reduzir a capilaridade dos postos de recarga dos bilhetes.

No total, o sistema que integra o transporte público municipal e estadual tem aproximadamente 15 milhões de cartões ativos e 13,6 milhões de viagens realizadas por dia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.