Brasil

Ligação do Rio Grande ao Alto Tietê estará pronta em um mês

Sabesp afirmou que a integração será concluída no final de setembro


	Sabesp: a meta é que até o final de setembro a inteligação seja concluída
 (Divulgação)

Sabesp: a meta é que até o final de setembro a inteligação seja concluída (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de agosto de 2015 às 15h07.

São Paulo - O presidente da Sabesp, Jerson Kelman, afirmou que a integração do Sistema Rio Grande ao Alto Tietê será concluída ao final de setembro.

Em uma conferência em São Paulo, Kelman ainda afirmou que a redução dos níveis do Alto Tietê no inverno era esperada e que as simulações da companhia não indicam a possibilidade de que reservatórios fiquem vazios até o final do ano.

"O decaimento dos níveis dos reservatórios não surpreende ninguém, uma vez que na estação seca o que se retira dos reservatórios é um volume maior do que o que entra", declarou.

"Não estamos preocupados em particular com agosto, fizemos simulação até o final do ano e o fato é que os reservatórios não ficam vazios até o fim do ano", acrescentou.

Em razão dessas simulações, disse Kelman, a companhia não vislumbra a possibilidade de rodízio no abastecimento de água este ano.

Sobre as obras para integração do Rio Grande, Kelman descartou que tenha havido atrasos por parte da Sabesp.

Ele lembrou que havia uma previsão de duração de quatro meses para as obras desde a proposta inicial aprovada em fevereiro, mas ele ponderou que as obras não foram iniciadas naquele mês em razão de demora na concessão de licenças ambientais. O início das obras, afirmou, se deu apenas ao final de maio e por isso a previsão é a conclusão em setembro.

Ele ainda rechaçou a ideia de que a crise hídrica pudesse ter sido prevista.

"Temos uma crise gravíssima e a probabilidade de acontecer algo tão drástico não aparecia nas previsões meteorológicas em 2013", afirmou. "Não é razoável que comentaristas de videotape digam que isso era provável, portanto, as acusações de que faltou planejamento não se sustentam", concluiu.

Acompanhe tudo sobre:Águacidades-brasileirasEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEstatais brasileirasMetrópoles globaisSabespSaneamentosao-pauloServiços

Mais de Brasil

Convenção para oficializar chapa Boulos-Marta em SP terá Lula e 7 ministros do governo

Convenção do PRTB e disputas judiciais podem barrar Pablo Marçal na disputa em SP; entenda

TSE divulga perfil do eleitor que vai às urnas em outubro; veja qual é

Brasil terá mais de 155 milhões de eleitores nas eleições municipais de 2024

Mais na Exame