Rio 2016 tem 96% das obras concluídas ou em andamento

A Autoridade Pública Olímpica divulgou um relatório no qual diz que 96% dos projetos e obras para o evento estão em andamento ou já foram concluídos

Rio de Janeiro - A Autoridade Pública Olímpica, órgão criado pelo governo federal para coordenar os trabalhos para os Jogos Olímpicos de 2016, divulgou um relatório nesta sexta-feira no qual afirma que 96% dos projetos e obras para o evento estão em andamento ou já foram concluídos.

"Os projetos foram encaminhados e estão dentro do prazo para garantir a realização dos eventos-testes (das instalações) e as competições em 2016", disse o presidente em exercício da APO, Marcelo Pedroso.

Dos 46 projetos incluídos na chamada Matriz de Responsabilidade dos Jogos Olímpicos, 44 (96%) já foram licitados, contratados, estão em obras ou foram concluídos, conforme o documento. Faltando 350 dias para a cerimônia de abertura do evento, 11 dos 46 projetos (24%), já estão prontos.

"Os projetos que faltam são de curto prazo de execução, com licitação programada para uma data mais próxima ao evento", indicou a Autoridade Pública Olímpica.

Um dos projetos mais importantes, o Parque Olímpico, está 87% concluído, segundo o balanço. Ele está sendo construído em uma área de 1,18 milhão de metros quadrados e concentrará as instalações para 16 modalidades esportivas.

São três arenas, estádio aquático, complexo de tênis, velódromo, um hotel e os edifícios que abrigarão os centros de imprensa e transmissão do evento.

A Autoridade Pública Olímpica também informou que a inclusão dos orçamentos definitivos de obras que ainda estavam no papel elevou o custo dos Jogos em R$ 70 milhões.

A maior parte do dinheiro foi investida na compra de equipamentos para o Parque Olímpico e nas reformas que tiveram que ser feitas no Estádio de Remo da Lagoa Rodrigo de Freitas.

Com esse aumento, o orçamento das arenas para os Jogos Olímpicos subiu para R$ 6,67 bilhões. Já o custo total do evento, incluindo obras de infraestrutura e despesas de organização, chegou a R$ 38,2 bilhões.

Três dos quatro sistemas de vias exclusivas para ônibus para o Rio 2016 - o chamado Bus Rapid Transit (BRT) - estão funcionando. Além disso, grande parte dos 16 quilômetros de túneis para a nova linha do metrô já foi escavada.

O projeto de revitalização do porto do Rio é uma realidade, já que o Museu de Artes do Rio operando há vários meses, o Aquário está praticamente concluído e o Museu do Amanhã em fase final de obras.

Dos três grandes conjuntos de instalações para o evento, a Vila Olímpica é a mais adiantada, com quase 90% das obras concluídas de seus 3.604 apartamentos distribuídos em 31 prédios.

O Parque Radical, no bairro de Deodoro e cujas obras começaram atrasadas, tem 69% da infraestrutura pronta para a canoagem slalom. Já o Centro de Esportes Aquáticos está 32% concluído.

O local receberá 11 modalidades e, após o fim do evento, se transformará no segundo maior parque público do Rio, com 500 mil metros quadrados. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.