PT recebeu este ano R$ 25 milhões do Fundo Partidário

A legenda é a recordista nesse tipo de repasse, com 8,05% do total

Brasília - No ano eleitoral de 2014, o Partido dos Trabalhadores já recebeu R$ 25 milhões em recursos do Fundo Partidário. A legenda é a recordista nesse tipo de repasse, com 8,05% do total.

O PMDB ficou em segundo lugar, com R$ 18 milhões (5,75%), seguido pelo PSDB, R$ 17 milhões (5,44%). De janeiro a junho, a Justiça Eleitoral repassou R$ 154 milhões aos partidos.

De acordo com a Lei dos Partidos Políticos, as verbas do fundo, formado principalmente por recursos públicos, podem ter uma série de destinações, como uso em campanhas eleitorais, manutenção das sedes e serviços da legenda, na propaganda doutrinária e político e no alistamento de pessoas.

Por lei, a maior parte do fundo, 95%, é distribuída de acordo com o tamanho da bancada da última eleição para a Câmara dos Deputados - por isso que o PT, que elegeu 86 deputados, ficou com a maior fatia da verba.

Os 5% restantes do fundo são rateados em partes iguais a todos os partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral. A cada mês a Corte repassa uma fatia dos recursos, chamados de duodécimos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também