Procura das empresas por crédito sobe 0,6% em janeiro

Na comparação com janeiro de 2010, a demanda por crédito avançou 0,9% entre as pessoas jurídicas

São Paulo - A quantidade de empresas que procurou crédito cresceu 0,6% em janeiro ante dezembro no Brasil, informou hoje a Serasa Experian empresa especializada em análise de crédito. Na comparação com janeiro de 2010, a demanda por crédito avançou 0,9% entre as pessoas jurídicas - a menor taxa de crescimento anual em seis meses.

O avanço da demanda das empresas por crédito na comparação entre janeiro e dezembro foi puxado pelo crescimento de 0,8% registrado nas micro e pequenas empresas, segundo a Serasa Experian. Nas médias e nas grandes empresas, a procura por crédito recuou 1,7% e 1,8%, respectivamente. Na comparação anual as micro e pequenas empresas apresentaram alta de 1,1%, enquanto nas médias e nas grandes empresas houve queda de 2,6% e 0,3%.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o desempenho baixo da taxa anual é um sinal de que as medidas do governo, de restrição ao crédito e de elevação dos juros, também devem afetar negativamente a evolução da procura por crédito das empresas nos próximos meses.

Regiões e setores

Todas as regiões do País, com exceção do Sul, mostraram crescimento na demanda por crédito em janeiro ante o mesmo mês do ano passado. De acordo com o indicador, a maior alta ocorreu no Centro-Oeste (2,8%). No Sul, houve queda de 2,4%. A demanda por crédito no Centro-Oeste também liderou a pesquisa, com alta anual de 2,6%.

Considerando os diferentes setores, as empresas do segmento comercial e industrial tiveram alta de 2,8% e 1%, respectivamente, em janeiro ante dezembro. O setor de serviços mostrou baixa de 2,1% no período. Na comparação entre janeiro e o mesmo mês do ano passado, houve queda na indústria (baixa de 0 6%) e no comércio (recuo de 1,2%), mas alta na demanda por crédito entre as empresas de serviços (crescimento de 4,2%).

O Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito leva em conta 1,2 milhão de CNPJs, consultados todos os meses na base de dados da empresa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.