A página inicial está de cara nova Experimentar close button

PPS defende impeachment e critica situação econômica do país

“Tentam caracterizar como se não houvesse dolo, e isso é mentiroso. O impeachment está previsto na Constituição", disse o deputado Arnaldo Jordy

Brasília - Com uma bancada de oito deputados, o PPS foi o 16º partido a fazer seu discurso no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Na maior parte dos discursos feitos no início da manhã de hoje (16), a posição a favor do impedimento de Dilma teve por base críticas à condução do governo nas políticas econômicas, além de criticar crimes sob investivação na Operação Lava Jato.

Em seu discurso, o deputado Arnaldo Jordy (PA) lembrou que o PPS é “herdeiro do PCB” e criticou os argumentos apresentados pelos governistas, de que não houve crime de responsabilidade praticado por Dilma Rousseff.

“Tentam caracterizar como se não houvesse dolo, e isso é mentiroso. O impeachment está previsto na Constituição; as pedaladas são outro nome para crimes fiscais.”

“Acolher os argumentos do ministro-chefe da Advocacia-Geral da União, José Eduardo Cardozo, significa nos redimir do que fizemos ao ex-presidente Fernando Collor. Teríamos de fazer uma estátua para ele, porque muito mais crimes praticou a presidenta Dilma. Vamos ao impeachment com a responsabilidade de construção de um país melhor para os brasileiros”, acrescentou.

Líder do PPS, o deputado Rubens Bueno (PR), destacou que a queda nos índices de aprovação do atual governo, apontada por institutos de pesquisa, torna evidente a perda de confiança em Dilma, pela população brasileira.

.box-leia-tambem {width:45%;float:left;margin:0 15px 15px 0;border: 1px solid #d3d3d4;font-size: 16px;}.box-leia-tambem span {background-color: #d3d3d4; display:block;padding:15px 10px;color:#000;font-family:"Open Sans";font-size:18px;}.box-leia-tambem ul {margin:0;padding:0 10px 10px;}.box-leia-tambem ul li {padding:8px 0;list-style-type: none;}.box-leia-tambem ul li:before {content: "■";padding-right:10px; color: #d3d3d4;}.box-leia-tambem ul li a {color:#b43030;text-decoration: none;}.box-leia-tambem.rodape{display:none;}@media screen and (max-width:640px) {.box-leia-tambem {width: 100%;margin:15px 0;}.box-leia-tambem.rodape{display:block;}.box-leia-tambem.corpo{display:none;}}

Ele reiterou também a avaliação de que, sem autorização do Congresso Nacional, a abertura de créditos suplementares por decreto presidencial justifica a punição.

“Não foi por acaso que o PT era contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Ele previa que não deveria respeitá-la”, argumentou.

A avaliação de que houve crime de responsabilidade praticado por Dilma Rousseff foi corroborada pelo deputado Arthur Maia (BA). Ele acrescentou que as justificativas para o impeachment não param por aí.

“Ela [Dilma] é também acusada de crimes de corrupção. E vai responder por eles depois de ser retirada”.

.box-leia-tambem {width:45%;float:left;margin:0 15px 15px 0;border: 1px solid #d3d3d4;font-size: 16px;}.box-leia-tambem span {background-color: #d3d3d4; display:block;padding:15px 10px;color:#000;font-family:"Open Sans";font-size:18px;}.box-leia-tambem ul {margin:0;padding:0 10px 10px;}.box-leia-tambem ul li {padding:8px 0;list-style-type: none;}.box-leia-tambem ul li:before {content: "■";padding-right:10px; color: #d3d3d4;}.box-leia-tambem ul li a {color:#b43030;text-decoration: none;}.box-leia-tambem.rodape{display:none;}@media screen and (max-width:640px) {.box-leia-tambem {width: 100%;margin:15px 0;}.box-leia-tambem.rodape{display:block;}.box-leia-tambem.corpo{display:none;}}

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também