Polícia identifica empresário como pichador de estátuas

Segundo a polícia, ele foi identificado "após uma pesquisa no sistema da especializada"

Rio - A Polícia Civil do Rio divulgou nesta sexta-feira, 27, que policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) identificaram Pablo Lucas Faria como um dos autores das pichações das estátuas do poeta, contista e cronista Carlos Drummond de Andrade, em Copacabana, do jornalista Zózimo Barroso do Amaral, no Leblon, e do monumento do militar português Estácio de Sá, no Aterro do Flamengo, as três na zona sul da capital fluminense.

Faria, de acordo com a nota da Polícia Civil, é empresário de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Segundo a polícia, ele foi identificado "após uma pesquisa no sistema da especializada".

O delegado titular da DPMA José Fagundes disse que as investigações continuam para localizá-lo. Ainda conforme Fagundes, a mulher que aparece nas imagens é namorada do acusado, mais conhecida como Mel.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.