PM acompanha reintegração de posse em São Paulo

O terreno tem 200 mil metros quadrados e a Justiça estima que existam 3 mil barracos nesse espaço

A Polícia Militar (PM) e homens da Tropa de Choque foram enviados para acompanhar a reintegração de posse da Comunidade Nelson Mandela, entre as cidades de Barueri e Osasco, em São Paulo, onde vivem 10 mil pessoas.

O clima é tenso no local – moradores atearam fogo a entulho, provocando vários focos de incêndio.

O terreno onde a comunidade está instalada fica próximo ao Rodoanel Mário Covas, que foi fechado por determinação da PM.

O bloqueio é entre as rodovias Castello Branco e Anhanguera, do quilômetro 16 ao 6.

A decisão judicial sobre a reintegração saiu há três meses para que as famílias tivessem tempo de desocupar o local. O terreno tem 200 mil metros quadrados e a Justiça estima que existam 3 mil barracos nesse espaço.

Segundo a promotora de Justiça Fernanda Queiroz Karan Franco, laudos comprovaram que o terreno tem restrições ambientais, habitacionais e geológicas que impossibilitam a fixação de residências.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.