A página inicial está de cara nova Experimentar close button

PF descobre fraude contra seguro-desemprego no RS

A próxima etapa da operação vai tentar identificar os 600 beneficiários da fraude, para responsabilizá-los também

Porto alegre - A Polícia Federal e a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego desarticularam um esquema de saques fraudulentos do seguro-desemprego na região do Vale do Sinos, no Rio Grande do Sul.

A investigação levou à Operação Canudos, que cumpriu quatro mandados de prisão preventiva e dois de prisão temporária e apreendeu documentos durante a madrugada desta terça-feira, 1º. Cálculo dos policiais indica que foram desviados cerca de R$ 3 milhões para 600 pessoas.

Segundo a Polícia Federal, dois escritórios de contabilidade com sede em Novo Hamburgo atraiam interessados nas facilidades que ofereciam e inseriam dados falsos no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego.

Parte dos lançamentos de admissão e demissão era feita nos cadastros de empresas clientes do escritório, que nem ficavam sabendo da irregularidade. Outra parte era feita em registros de empresas fictícias, criadas para o fim específico de gerar a fraude.

Ao final do contrato de trabalho forjado, o suposto trabalhador apresentava a documentação necessária e sacava o seguro-desemprego, passando parte do valor aos escritórios.

Os investigados vão responder por organização criminosa e estelionato em detrimento de entidade de direito público ou de instituto de economia popular, assistência social ou beneficência.

A próxima etapa da operação vai tentar identificar os 600 beneficiários da fraude, para responsabilizá-los também.

A Polícia Federal destacou ainda que nos últimos dois anos operações semelhantes em diversos Estados do País detectaram fraudes de R$ 50 milhões no seguro-desemprego.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também