Pesquisa governo de MG: Zema tem 46%, e Kalil aparece com 25% no primeiro turno

Para a pesquisa EXAME/IDEIA, foram ouvidas 1.000 pessoas do estado de Minas Gerais entre os dias 1º e 6 de julho
Kalil e Zema: ex-prefeito de BH e atual governador concentram a maior parte das intenções de voto. (Fotos: divulgação / montagem/Exame)
Kalil e Zema: ex-prefeito de BH e atual governador concentram a maior parte das intenções de voto. (Fotos: divulgação / montagem/Exame)
G
Gilson Garrett JrPublicado em 07/07/2022 às 00:01.

A disputa pelo governo de Minas Gerais mostra uma distância de 21 pontos percentuais entre os dois nomes com maior número de intenção de voto em um primeiro turno. Em uma pergunta estimulada, em que os entrevistados precisam escolher o nome de uma lista, o governador Romeu Zema (Novo) tem 46%, e o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), aparece com 25%. Os números são da pesquisa eleitoral EXAME/IDEIA divulgada nesta quinta-feira, 7.

Atrás de Zema e Kalil estão Marcus Pestana (PSDB), com 6%, Carlos Viana (PL), com 5%, e Lorene Figueiredo (PSOL), com 2%. Os demais nomes pontuaram 1% cada. Brancos e nulos somam 5%, e os que não sabem são 8%.

Para a pesquisa, foram ouvidas 1.000 pessoas do estado de Minas Gerais entre os dias 1º e 6 de julho. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número MG-08645/2022. O registro original foi feito no dia 1º de julho. A EXAME/IDEIA é um projeto que une EXAME e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. Leia o relatório completo.

(Arte/Exame)

Na análise da vice-presidente do instituto de pesquisa IDEIA, Cila Schulman, há uma tendência de que a eleição ao governo de Minas seja definida ainda no primeiro turno.

“Zema alicerça a sua vantagem pela reeleição ao governo de Minas Gerais nos índices positivos de avaliação de seu governo. A sua intenção de voto, na casa dos 46%, é compatível com a sua aprovação como governador, de 47%”, afirma Cila.

VEJA TAMBÉM: Pesquisa governo de SP: Haddad tem 27%; Tarcísio, 17%; França, 14%; e Garcia, 11%

Em uma pergunta espontânea, em que o eleitor precisa falar o primeiro nome que lhe aparece na mente, Zema, que deve ter o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), tem 33%. Já Kalil, que já foi anunciado como o aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Minas, tem 13%.

(Arte/Exame)

Zema vence cenários de segundo turno

Com Zema na liderança e uma diferença significativa para os demais pré-candidatos, EXAME/IDEIA simulou três possíveis cenários de segundo turno. O governador venceria a disputa contra Kalil (55% a 31%), e contra Viana (60% X 25%). A pesquisa ainda fez um teste de Kalil disputando o segundo turno com Viana. O ex-prefeito sairia vencedor, com 40% a 30%.

(Arte/Exame)

“O atual governador tem boas chances de se reeleger num estado que não tem o hábito de dar um segundo mandato consecutivo para governadores, fato que só ocorreu até aqui desde a redemocratização com Aécio Neves, em 2006”, lembra Cila Schulman.

Senado indefinido, mas com Aécio em vantagem

É praticamente esperado nas eleições que o brasileiro decida seu voto para o cargo de senador mais próximo do pleito. Em uma pergunta estimulada, 39% dos eleitores mineiros dizem que ainda não sabem em quem votar.

O deputado federal Aécio Neves (PSDB), que já foi senador pelo estado do Sudeste, lidera as intenções de voto, com 14%. Alexandre Silveira (PSD), que disputa a reeleição, tem 8%.

(Arte/Exame)

(Arte/Exame)

Cila Schulman explica que estatisticamente, o cenário é considerado de incerteza pelo alto número de pessoas que ainda não sabem. “Chama a atenção o recall do deputado Aécio Neves, nome amplamente conhecido do eleitorado. O adversário mais forte dele até aqui é o delegado e senador em fim de mandato Alexandre Silveira”, afirma.

VEJA TAMBÉM