Paulo Ferreira se entrega à Justiça em São Paulo

O ex-tesoureiro do PT teve prisão preventiva decretada na Operação Custo Brasil, desdobramento da Lava Jato

São Paulo - O ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira se entregou na tarde desta sexta-feira, 24, à Justiça Federal em São Paulo.

Paulo Ferreira teve prisão preventiva decretada pelo juiz federal Paulo Bueno de Azevedo, da 6ª Vara Federal, na capital paulista, na Operação Custo Brasil, desdobramento da Lava Jato.

O ex-tesoureiro está sob suspeita de envolvimento no esquema de fraude com empréstimos consignados, a partir de um contrato do Ministério do Planejamento, em 2010, na gestão do então ministro Paulo Bernardo, marido da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PT).

O ex-ministro foi preso nesta quinta-feira, 23.

A Justiça decretou a prisão de 11 investigados, entre eles Paulo Ferreira e Paulo Bernardo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.