Movimentos sociais se unem em luto por Hugo Chávez

Na manifestação participaram representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e de outros movimentos sociais

Brasília - Milhares de ativistas de movimentos sociais fizeram uma marcha nesta quarta-feira em Brasília e manifestaram a sua dor pela morte do presidente Hugo Chávez, que qualificaram como um "grande combatente latino-americano".

Na manifestação participaram representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e de outros movimentos sociais, que levavam um grande cartaz com os dizeres "Hugo Chávez Presente".

O embaixador da Venezuela, Maximilien Arveláiz, conversou com os líderes da manifestação, que lhe entregaram um documento afirmando que "o principal legado de Hugo Chávez é que é possível acreditar em um mundo justo e igualitário".

O documento também dizia: "a América Latina que queremos, justa, socialista, solidária e integrada, não teria avançado como nos últimos anos se não fosse pela contribuição de um homem que sempre teve como referência o libertador Simón Bolívar".

Chávez faleceu nesta terça-feira em Caracas aos 58 anos vítima de um câncer.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.