Mesmo com protestos, BC funciona normalmente em Brasília

Em uma das portarias do prédio da instituição, alguns trabalhadores ligados ao Sindicato Nacional dos Técnicos do Banco Central se reúnem desde de manhã

Brasília - O Banco Central em Brasília cumpre nesta sexta-feira, 28, rotina normal, em meio à greve geral convocada por centrais sindicais em todo o País contra as reformas do governo do presidente Michel Temer.

Em uma das portarias do prédio da instituição, alguns trabalhadores ligados ao Sindicato Nacional dos Técnicos do Banco Central (SinTBacen) se reúnem desde o início da manhã.

Há discursos contrários às reformas da Previdência e Trabalhista, e sindicalistas convocam trabalhadores que estão no prédio para se unirem ao movimento.

A adesão, no entanto, é pequena.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.