Manifestantes deixam Fazenda após negociar com Levy

Eles protestam contra os cortes do Orçamento anunciados pelo governo e as perspectivas de encarecimento do financiamento à agricultura familiar

Brasília - Manifestantes da agricultura familiar deixavam o prédio do Ministério da Fazenda no fim da manhã desta terça-feira, após terem recebido a garantia de que serão recebidos pelo ministro Joaquim Levy, segundo a assessoria de imprensa da pasta.

Integrantes da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar do Brasil (Fetraf) ocuparam o prédio do ministério por volta das 5h30 desta terça-feira, quebrando a porta de acesso ao edifício e impedindo a entrada de servidores.

Eles protestam contra os cortes do Orçamento anunciados pelo governo e as perspectivas de encarecimento do financiamento ao setor.

Segundo a Polícia Militar, havia cerca de 500 manifestantes.

Os organizadores disseram que cerca de 750 pessoas protestavam.

Levy, ao chegar ao prédio pela manhã, reuniu-se com os manifestantes para pedir a desocupação do prédio, segundo a assessoria de imprensa.

Ficou acertado que os manifestantes serão recebidos pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias; pelo ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto; e pelo próprio Levy ainda nesta terça-feira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.