Brasil

Lula adianta ida a China e desembarca em Xangai no dia 12 de abril

Depois de Xangai, Lula embarca a Pequim para a reunião com o presidente chinês, Xi Jinping

Xi e Lula: líderes vão se encontrar durante a viagem do presidente brasileiro. (Kevin Frayer/Getty Images/Ricardo Stucker/Flickr)

Xi e Lula: líderes vão se encontrar durante a viagem do presidente brasileiro. (Kevin Frayer/Getty Images/Ricardo Stucker/Flickr)

Publicado em 1 de abril de 2023 às 11h27.

Última atualização em 1 de abril de 2023 às 19h22.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva começará por Xangai a sua missão oficial à China, conforme informação do Itamaraty. A agenda na China, remarcada por conta do quadro de pneumonia que impediu Lula de viajar ao país no último sábado, está programada agora para acontecer entre os dias 12 e 15 de abril.

A data foi retificada pela chancelaria na noite de sábado, 1º. Antes, a ida de Lula estava prevista em 10 de abril.

Depois de Xangai, onde deve participar da cerimônia de posse da ex-presidente Dilma Rousseff no Novo Banco de Desenvolvimento, também conhecido como banco dos Brics, Lula embarca a Pequim para a reunião com o presidente chinês, Xi Jinping. A expectativa é de que pelo menos 20 acordos de cooperação sejam assinados entre os países na visita de Estado.

Delegação na China

Ministros, diplomatas e uma delegação de 120 empresários do agronegócio já estavam em Pequim no aguardo do presidente na última semana. Eles participavam de eventos do setor e reuniões de trabalho e institucionais com autoridades do governo chinês. Outros empresários, de áreas como indústrias e comércio, desembarcaram no sábado, 25.

Sem Lula, os empresários mantiveram agendas privadas e paralela na China. Além de compromissos com o presidente, eles ttinham reuniões com representantes de seus respectivos segmentos e fóruns promovidos pela Apex e pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri).

Acompanhe tudo sobre:Governo LulaLuiz Inácio Lula da SilvaChina

Mais de Brasil

Quero ser responsável pela vitória dele, diz Lula no lançamento da candidatura de Boulos em SP

Com esquerda em peso e até bolsonarista, PSD oficializa candidatura de Paes sem definir vice

Vamos colocar a periferia em primeiro lugar, diz Boulos ao oficializar candidatura ao lado de Lula

Fuad e Kassab apostam em discurso moderado e feitos da gestão para reeleição em prefeitura BH

Mais na Exame