Brasil

Kassab e grupo de Alckmin disputam vice de Serra

A pressão cresce diante da indefinição da Justiça sobre o pedido do PSD de Gilberto Kassab para aumentar o seu tempo na propaganda eleitoral

Chapa de Serra: Aumenta a polarização entre Gilberto Kassab e aliados do governador tucano Geraldo Alckmin (Cris Catello Branco/Divulgação)

Chapa de Serra: Aumenta a polarização entre Gilberto Kassab e aliados do governador tucano Geraldo Alckmin (Cris Catello Branco/Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de julho de 2012 às 13h45.

São Paulo - Os partidos que apoiam a candidatura de José Serra (PSDB) a prefeito de São Paulo entraram numa queda de braço para indicar o vice na chapa tucana, intensificando a polarização entre o PSD, de Gilberto Kassab, e aliados do governador tucano Geraldo Alckmin.

A pressão cresce diante da indefinição da Justiça sobre o pedido do PSD para aumentar o seu tempo na propaganda eleitoral. Assim, a sigla poderia se cacifar para indicar o ex-secretário Alexandre Schneider. Ontem, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento de uma ação que pretende impedir a ampliação do espaço do PSD na TV.

Para pressionar Serra, o PSDB emitiu um manifesto - com a anuência do presidente municipal do partido, Julio Semeghini, aliado de Alckmin - em que pede que a vice fique com o partido. O mais cotado para o posto é Andrea Matarazzo, ex-secretário de Cultura e amigo de Serra.

Diante da ação tucana, o PR, aliado de Kassab, também ameaçou pedir a vice. "O PR abriria mão da indicação do vice se este nome saísse dos quadros do PSD", afirmou, em nota, o presidente municipal do partido, Antonio Carlos Rodrigues.

A polarização é reflexo do racha no PSDB na eleição de 2008, quando Alckmin foi derrotado por Kassab. Também passa pela disputa de 2014, quando o prefeito pode ser adversário do tucano em seu projeto de reeleição.

O grupo de Alckmin acredita que pode contar com o apoio do DEM para emplacar Matarazzo. Atualmente, o partido é o aliado de Serra com o maior tempo de TV e pretende indicar Rodrigo Garcia para a vaga, mas enfrenta oposição do PSD. O presidente municipal do DEM, Alexandre de Moraes, disse que "aguarda reunião com Serra, que é quem vai definir a questão e conhece as pretensões do partido". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Acompanhe tudo sobre:cidades-brasileirasEleiçõesEleições 2012Geraldo AlckminGilberto KassabGovernadoresJosé SerraMetrópoles globaisOposição políticaPartidos políticosPersonalidadesPolíticaPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPrefeitosPrefeiturasPSD – Partido Social DemocráticoPSDBsao-paulo

Mais de Brasil

Governo cria sistema de emissão de carteira nacional da pessoa com TEA

Governo de SP usará drones para estimar número de morte de peixes após contaminação de rios

8/1: Dobra número de investigados por atos golpistas que pediram refúgio na Argentina, estima PF

PEC que anistia partidos só deve ser votada em agosto no Senado

Mais na Exame