Guarapiranga terá primeiro pancadão da Prefeitura

Baile funk deverá ocorrer em um antigo clube da Eletropaulo que fica às margens da Represa de Guarapiranga

	Funkeiros dançam ao som dos "pancadões"
 (©AFP / Christophe Simon)
Funkeiros dançam ao som dos "pancadões" (©AFP / Christophe Simon)
R
Rafael ItalianiPublicado em 26/09/2014 às 21:25.

São Paulo - O primeiro "pancadão" oficial da Prefeitura será realizado no dia 7 de dezembro em um antigo clube da Eletropaulo que fica às margens da Represa de Guarapiranga, no bairro Cidade Dutra, na zona sul de São Paulo.

Segundo o secretário municipal de Promoção da Igualdade Racial, Antonio Pinto, outros locais da cidade estão sendo estudados.

O clube já tinha sido usado neste ano por torcedores da Holanda que vieram para São Paulo acompanhar os jogos na Arena Corinthians, em Itaquera, na zona leste. A área foi usada como acampamento.

Nesta sexta-feira, 26, o secretário e cerca de 40 lideranças de "pancadões" se reuniram na Subprefeitura Capela do Socorro, também na zona sul, para firmar um pacto de cooperação.

A Prefeitura irá conceder as autorizações, laudos, banheiros químicos e ambulâncias. Os funkeiros terão que organizar os eventos e poderão vender bebidas alcoólicas.

"A ideia da Prefeitura é que eles façam isso dentro da lei. O comércio será permitido com os critérios de restrição para menores de idade. Vai haver fiscalização", explicou o Pinto.

Nesta semana a secretaria havia confirmado que o primeiro "pancadão" organizado da Prefeitura seria realizado no Autódromo de Interlagos. No entanto o local irá passar por reformas após a Fórmula 1 para garantir a continuidade da competição.

"Queremos tentar fazer eventos menores no autódromo", disse o secretário.

Em estudo

A Prefeitura estuda outras áreas para a realização dos bailes. Entre eles está o Centro Esportivo e de Lazer Tietê, na zona norte. O novo parque fica onde funcionava o antigo Clube de Regatas Tietê e que foi reformado.

Dentro do local há uma espaço de 20 mil m² de grama sintética. Um dos pedidos do prefeito Fernando Haddad (PT) é que o espaço seja utilizado para shows com capacidade para até 40 mil pessoas.

A secretaria também estuda utilizar o Sambódromo do Anhembi, também na zona norte e o Parque do Carmo, na região de Itaquera, na zona leste.