Governo declara luto de três dias por morte de Chávez

Presidente Dilma cancelou viagem à Argentina para ir ao funeral do presidente venezuelano

A presidente Dilma Rousseff declarou três dias de luto oficial no país em respeito à morte do presidente venezuelano, Hugo Chávez, informou o Diário Oficial da União nesta quarta-feira.

O mandatário venezuelano morreu na terça-feira, aos 58 anos, depois de uma luta de quase 2 anos contra um câncer na região pélvica.

Dilma cancelou viagem à Argentina, programada para esta semana, para ir ao funeral do presidente venezuelano.

Na noite de terça-feira, a presidente disse que a morte de Chávez era uma "perda irreparável" para a América Latina, mas lembrou que o governo brasileiro nem sempre concordou integralmente com o líder socialista.

Chávez, que governou a Venezuela por 14 anos, morreu apenas duas semanas depois de ter voltado a Caracas após uma longa internação em Cuba, onde foi operado quatro vezes contra o câncer.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.