Goleiro da Chapecoense sai da UTI após operação em São Paulo

Segundo o boletim médico do hospital divulgado há pouco, ele está em bom estado clínico, consciente, sem problemas motores e sem febre

O goleiro da Chapecoense, Jackson Follmann, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo ocorrido no dia 29 de novembro na Colômbia, recebeu alta hoje (14) da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi transferido para a Unidade Semi-Intensiva do Hospital Albert Einstein. Ali, passou por uma correção cirúrgica de uma fratura, com fixação da segunda vértebra cervical.

Segundo o boletim médico do hospital divulgado há pouco, ele está em bom estado clínico, consciente, sem problemas motores e sem febre.

O atleta, que teve parte da perna direita amputada, estava internado na Colômbia e chegou a São Paulo na madrugada de ontem. Ele foi o primeiro brasileiro sobrevivente do acidente a voltar ao país.

No acidente com o avião, que levava a equipe da Chapecoense para Medellín para a disputa do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, 71 pessoas morreram, entre atletas, membros do clube, tripulantes e jornalistas. Entre os seis sobreviventes, quatro são brasileiros e dois bolivianos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.