Fies: resultados do segundo semestre já podem ser consultados

No dia 22, começam as convocações dos inscritos que estão na lista de espera
Fies: resultados do segundo semestre já podem ser consultados (FIES/Reprodução)
Fies: resultados do segundo semestre já podem ser consultados (FIES/Reprodução)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 16/08/2022 às 11:46.

Os resultados do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2022 foram divulgados pelo Ministério da Educação e podem ser consultados pelo site da pasta.

O prazo para que os pré-aprovados complementem suas inscrições vai até o 17 de agosto e, no dia 22, começam as convocações dos inscritos que estão na lista de espera.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Criado em 2001, o Fies é o programa do governo federal para o financiamento de cursos de ensino superior em instituições particulares com taxa zero de juros. Pode participar do processo seletivo quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com média igual ou superior a 450 pontos e que não tenha zerado a redação. Além disso, é preciso comprovar renda familiar mensal bruta por pessoa de até três salários mínimos.

Quem já é contemplado com bolsas parciais do Programa Universidade para Todos (Prouni) também pode se inscrever no Fies e financiar a parte da mensalidade que não é coberta pela bolsa, desde que atenda aos requisitos do edital vigente.

Cronograma do Fies do 2º semestre

  • Inscrições: 9 a 12 de agosto.
  • Divulgação dos pré-selecionados: 16 de agosto.
  • Complementação das inscrições dos pré-selecionados: 17 a 19 de agosto.
  • Convocação da lista de espera: 22 de agosto a 22 de setembro.

Após complementar as informações de sua inscrição no site do Fies, os candidatos devem:

  • No prazo de cinco dias, comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) de sua instituição de ensino para validar suas informações.
  • No prazo de dez dias, contados a partir do terceiro dia útil após a validação da inscrição pela CPSA, comparecer à um agente financeiro (como a Caixa Econômica Federal) com os documentos necessários e formalizar a contratação do financiamento.