Escolha de Bendine é decepcionante, diz oposição

Os partidos de oposição acreditam que Aldemir Bendine foi escolhido por seu perfil de "subserviência" à presidente Dilma Rousseff

Brasília - A oposição no Congresso Nacional chamou de "decepcionante" a escolha de Aldemir Bendine, atual presidente do Banco do Brasil, para presidir a Petrobras.

"Ele não tem conhecimento de um setor extremamente complexo e não possui estofo para levar a Petrobras a um patamar de credibilidade que ela necessita neste momento", avaliou o líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR), que considerou o nome "decepcionante".

O deputado lembrou que o episódio do empréstimo de R$ 2,7 milhões autorizado pelo executivo à socialite Val Marchiori quando ela tinha restrição de crédito por não ter pago outro financiamento do Banco do Brasil.

"Não podemos dizer que é um currículo que o recomende para assumir uma empresa da grandeza da Petrobras", disse.

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), baseou seu comentário na reação do mercado financeiro à nomeação e afirmou que a queda nas ações da empresa demonstra que o executivo não tem capacidade para fazer mudanças reais na estatal.

"Bendine é um nome sem prestígio e condições de reerguer a empresa. Ele não tem currículo que o credencia e só está onde está pois sempre foi subordinado a questões políticas. Os nomes que poderiam ajudar não aceitam a missão porque Dilma não dá autonomia para uma gestão eficiente e transparente na Petrobras", concluiu Caiado.

Os partidos de oposição acreditam que Bendine foi escolhido por seu perfil de "subserviência" à presidente Dilma Rousseff.

"Para substituir a presidente da Petrobras, a exigência maior era escolher alguém da total confiança de Dilma. Ponto. A escolha foi feita", declarou em nota o presidente do DEM, senador José Agripino (RN).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.