Edinho Silva presta depoimento à PF na Lava Jato

O ministro foi citado pelo empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia e um dos delatores do esquema de corrupção

Rio de Janeiro - O ministro Edinho Silva, da Secretaria de Comunicação Social, prestou depoimento na segunda-feira à Polícia Federal no âmbito da operação Lava-Jato, informou a PF nesta terça-feira.

Edinho, que foi tesoureiro da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff, foi ouvido na Superintendência da PF no Distrito Federal como parte de um inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sobre doações de campanha envolvendo a Lava Jato, segundo a Polícia Federal.

O ministro foi citado pelo empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia e um dos delatores do esquema de corrupção investigado pela Lava Jato, em depoimentos realizados sob acordo de delação premiada, de acordo com reportagens.

Segundo a emissora de TV GloboNews, Edinho negou à PF ter feito pressão para que Pessoa fizesse doações eleitorais ao PT, conforme alegou o empreiteiro em depoimento. O ministro já disse em outras ocasiões que as doações recebidas para a campanha da presidente foram legais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.