Brasil

CNJ pede que juiz da Zelotes preste esclarecimentos

O juiz Ricardo Augusto Soares Leite, responsável pela condução do processo da Operação Zelotes, deverá prestar esclarecimentos sobre sua conduta


	Prédio da Receita Federal: Operação Zelotes apura a existência de irregularidades e compra de sentenças em conselho da Receita Federal
 (Divulgação/Receita Federal)

Prédio da Receita Federal: Operação Zelotes apura a existência de irregularidades e compra de sentenças em conselho da Receita Federal (Divulgação/Receita Federal)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de agosto de 2015 às 22h31.

Brasília - A Corregedora Nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, determinou que o juiz Ricardo Augusto Soares Leite, responsável pela condução do processo da Operação Zelotes, preste esclarecimentos sobre sua conduta até o próximo dia 18.

Deflagrada em março, a Operação Zelotes apura a existência de irregularidades e compra de sentenças no Conselho de Administração de Recursos Fiscais (Carf), que funciona como uma espécie de "Tribunal da Receita".

A decisão da Corregedora tem como base um pedido encaminhado pelo deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), relator da subcomissão da Câmara dos Deputados que acompanha as investigações sobre o esquema de corrupção no Carf.

No pedido de providências, o deputado Pimenta solicita que seja instaurada sindicância para apurar a conduta do juiz, que é criticado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal por supostamente prejudicar a apuração dos fatos.

O magistrado negou os pedidos de prisão temporária de 26 investigados e não concedeu a prorrogação do monitoramento das escutas telefônicas e de e-mail dos envolvidos. Além disso, o juiz determinou o sigilo das investigações.

Em maio, a Corregedoria do Tribunal Regional Federal da 1ª região já havia acatado representação do Ministério Público Federal contra o magistrado.

Acompanhe tudo sobre:JustiçaOperação Zelotesreceita-federal

Mais de Brasil

Após receber novas doses, SP vai retomar a vacinação contra dengue neste sábado

Boulos quer câmeras corporais em agentes da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo

Conselho proíbe internação de crianças e adolescentes em comunidades terapêuticas

Casas de apostas terão que comunicar operações suspeitas ao Coaf e classificar risco de apostadores

Mais na Exame