Brizola Neto diz que PDT está com Haddad

Segundo o ministro, que é pedetista, o apoio ao tucano José Serra declarado por Paulinho da Força é uma decisão isolada

	Candidato petista Fernando Haddad
 (Divulgação/Paulo Pinto)
Candidato petista Fernando Haddad (Divulgação/Paulo Pinto)
Por Daiene CardosoPublicado em 23/09/2013 13:56 | Última atualização em 23/09/2013 13:56Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo - O ministro do Trabalho, Brizola Neto, disse nesta quarta que a decisão do Diretório Nacional do PDT de apoiar o candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, se deve ao fato de a disputa paulistana ter conquistado um caráter nacional. Segundo o ministro, que é pedetista, o apoio ao tucano José Serra declarado pelo presidente do Diretório Estadual do PDT, deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, foi uma decisão isolada.

"A decisão do Paulinho foi isolada, foi uma decisão de caráter pessoal", disse o ministro, que participou de ato de sindicalistas em apoio à candidatura de Haddad, nesta quarta, na Capital.

Segundo Brizola, a decisão do Diretório Nacional de formalizar o apoio a Haddad não representa uma intervenção no Diretório Estadual porque o partido em São Paulo não havia feito uma deliberação institucional sobre o apoio a Serra. Para o ministro, acompanhar a posição assumida por Paulinho "colocaria o PDT de São Paulo na contramão da história do trabalhismo brasileiro".