Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Brasil tem 55,23% da população totalmente vacinada contra a covid-19

Em termos proporcionais, São Paulo é o Estado que mais vacinou sua população até aqui

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta quinta-feira, 4, a 155.177.415, o equivalente a 72,74% da população total. Nas últimas 24 horas, 362.069 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Já imaginou ter acesso a todos os materiais gratuitos da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal? Agora você pode: confira nossa página de conteúdos gratuitos para baixar.

Entre os mais de 155 milhões de vacinados, 117,8 milhões receberam a segunda dose, o que representa 55,23% da população com a imunização completa contra o novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, 916.427 pessoas receberam essa dose de reforço. Somando as vacinas de primeira e segunda dose aplicadas, além da terceira de reforço (296.597), o Brasil administrou 1.577.289 doses nesta quinta-feira.

Em termos proporcionais, São Paulo é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 80,67% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada em Roraima, onde 51,48% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (37,6 milhões), seguido por Minas Gerais (15,9 milhões) e Rio de Janeiro (12,7 milhões).

Brasil registra 411 mortes por covid-19

O Brasil registrou 411 novas mortes pela covid-19 nesta quinta-feira, 4. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 227, um pouco acima do número registrado no dia anterior (225), mas sem contar os dados do Rio de Janeiro e Acre, que não divulgaram até a publicação do balanço às 20h.

Nesta quinta-feira, o número de novas infecções notificadas foi de 11.902. No total, o Brasil tem 608.715 mortos e 21.846.577 casos da doença, a segunda nação com mais registros de óbitos, atrás apenas dos Estados Unidos. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, g1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 21.047.296 pessoas estão recuperadas.

O Estado de São Paulo registrou nesta quinta-feira 124 mortes por coronavírus. Outros dois Estados também superaram a barreira de 50 óbitos no dia: Minas Gerais (57) e Goiás (56). No lado oposto, Amapá, Rondônia e Roraima não registraram nenhuma morte no dia enquanto Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Sergipe tiveram apenas um óbito.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho do ano passado, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde informou que foram registrados 13.352 novos casos e mais 436 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 21.849.137 pessoas infectadas e 608.671 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Quer saber tudo sobre o desenvolvimento e eficácia de vacinas contra a covid-19? Assine a EXAME e receba notícias em primeira mão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também