Brasil
Acompanhe:

Bolsonaro demite ministro do Desenvolvimento e nomeia Rogério Marinho

Um dos principais articuladores da reforma da Previdência assume pasta que terá um importante papel nas eleições municipais de 2020

Rogério Marinho (Adriano Machado/Reuters)

Rogério Marinho (Adriano Machado/Reuters)

D
Da redação, com Agência O Globo e Estadão Conteúdo

6 de fevereiro de 2020, 21h01

Brasília — O presidente Jair Bolsonaro decidiu nesta quinta-feira (06) substituir o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. No lugar, entra Rogério Marinho, secretário especial do Trabalho e da Previdência.

Ex-deputado pelo PSDB, ele foi um dos principais articuladores da reforma da Previdência, junto de Rodrigo Maia (DEM). Marinho é considerado um bom negociador por parte dos parlamentares, em ano decisivo para as eleições municipais.

A pasta que assume é responsável pelo maior programa de moradias populacionais do país, o Minha Casa Minha Vida.

A saída de Canuto faz parte de uma estratégia da equipe de Bolsonaro de buscar resultados em 2020. Ele era tido como um ministro com baixos índices de resultado e ganhou apelido no governo de ser “roda presa”.

Ministro da Integração de Michel Temer, Canuto continuou no governo com o apoio dos ministros Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e Wagner Rosário (Controladoria Geral da União). Canuto tem perfil técnico e não tem filiação partidária, mas era bem visto no Congresso.

Ele será nomeado presidente da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev). O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, 6, em frente ao Palácio da Alvorada, que Canuto irá "cumprir missão" no órgão.

A Dataprev é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Economia e responsável pela gestão da Base de Dados Sociais Brasileira, especialmente a do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Nesta tarde, Bolsonaro recebeu Wagner Rosário para uma reunião no Palácio do Planalto. Ele acompanhou a live do presidente assistindo ao discurso de Donald Trump (EUA).

Bruno Bianco é confirmado como secretário de Previdência e Trabalho

O Ministério da Economia confirmou nesta quinta-feira, 6, a nomeação de Bruno Bianco como secretário especial de Previdência e Trabalho, no lugar de Rogério Marinho, que assume o Ministério do Desenvolvimento Regional.
Bianco já era adjunto de Marinho na Secretaria. Na nota, o Ministério da Economia disse que "agradece ao trabalho do ex-secretário Rogério Marinho na condução do órgão".