Bactéria causa suspensão de atendimento em Maceió

A presença da bacteria acinetobacter levou muitos bebês a serem transferidos para a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) do próprio HU

Maceió - A ocorrência da bactéria acinetobacter baumannii na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Universitário (HU), em Maceió, causou a suspensão do atendimento e a evacuação dos pacientes. Segundo a direção da UTI, os serviços serão normalizados em 48 horas.

Muitos bebês estão sendo transferidos para a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) do próprio HU. A Secretaria de Saúde informou que embora tenha ocorrido o surgimento da bactéria, nenhuma criança faleceu por essa causa.

Para reduzir a demanda na maternidade, algumas crianças serão transferidas para outras unidades. O transporte será realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), segundo a secretaria.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.