Alok Sharma vem ao Brasil discutir COP26 e questões climáticas

Britânico terá reuniões no Ministério do Meio Ambiente e agenda com governadores; não está descartado apoio financeiro a ações de combate às mudanças climáticas
Alok Sharma, presidente da COP26: britânico chega nesta terça, 3, ao Brasil para uma série de reuniões (Turkish Environment and Urbanization Ministry / Handout/Anadolu/Getty Images)
Alok Sharma, presidente da COP26: britânico chega nesta terça, 3, ao Brasil para uma série de reuniões (Turkish Environment and Urbanization Ministry / Handout/Anadolu/Getty Images)
Carla Aranha
Carla Aranha

Publicado em 02/08/2021 às 17:18.

Última atualização em 03/08/2021 às 11:25.

Em meio à intensificação das discussões sobre as mudanças climáticas, com a volta dos Estados Unidos ao Acordo de Paris e novos compromissos de descarbonização assumidos pela Europa, o presidente da COP26, Alok Sharma, chega ao Brasil nesta terça, 3, para uma série de reuniões com autoridades e representantes do meio científico. O Brasil é apontado como um dos países prioritários na conferência mundial sobre o clima que acontece em novembro em Glasgow, na Escócia.

Um dos primeiros compromissos de Sharma deverá ser uma reunião no Ministério do Meio Ambiente com Joaquim Álvaro Pereira Leite, novo titular da pasta, e seus auxiliares. O objetivo é discutir a meta climática do Brasil e temas como a regulamentação do mercado de carbono.  O encontro deve acontecer na terça ou quarta, 4.

Na quarta, 4, está prevista uma reunião em Brasília com governadores que aderiram ao pacto Race to Zero, de descarbonização da economia. É esperada a presença de representantes do estado de São Paulo, Minas Gerais, Pará e Espírito Santos, entre outros. Sharma também deverá visitar a Embrapa Cerrado, importante centro de pesquisa sobre manejo e conservação do solo e da água, além de insumos agrícolas alternativos como rochas ricas em potássio. Logo em seguida, Sharma retorna para o Reino Unido.

Sharma tem conduzido diversas reuniões preparatórias para a COP26. Um encontro com ministros do meio ambiente de 35 países, realizada em Londres no mês passado, o Canadá e a Alemanha se comprometeram em elaborar um plano para disponibilizar 100 bilhões de dólares às nações emergentes no âmbito do combate às mudanças climáticas.