Africano recebe alta e deixa Fiocruz no Rio

Guineano deixou Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), acompanhado por um representante do Ministério da Saúde

Rio - O guineano Souleymane Bah, de 47 anos, primeiro paciente internado no Brasil com suspeita de ebola, recebeu alta na manhã desta quarta-feira, 15.

Ele deixou o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), acompanhado por um representante do Ministério da Saúde.

A Fiocruz não informou para onde Souleymane viajou, ou se ele decidiu permanecer no Rio de Janeiro. O destino está sendo mantido em sigilo pelo Ministério da Saúde, a pedido do próprio paciente.

Na terça-feira, 14, o infectologista José Cerbino, que tratou de Bah, informou que ele temia a volta para Cascavel, no Paraná, onde morava desde que chegou ao Brasil como refugiado, por causa das manifestações racistas e xenófobas publicadas em redes sociais.

Bah estava internado desde sexta-feira, 10, com suspeita de ebola.

Ele ficou em isolamento até a tarde de segunda-feira, 13, quando foi divulgado que o resultado do segundo exame de sangue feito pelo guineano também deu negativo.

Ao deixar a unidade, o guineano portava resumo de sua internação com resultados preliminares dos exames realizados após a suspeita de ebola ter sido descartada.

A orientação é que ele siga em acompanhamento médico em unidade de saúde no local de destino. Ele não tem indicação de permanecer internado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.