Brasil

Aeroporto de Brasília comemora tanque cheio pela 1ª vez após greve

No início da tarde deste sábado, o estoque de querosene do aeroporto estava em 100%

Aeroporto de Brasília: o aeroporto enfrentou dois momentos em que o estoque ficou zerado (Divulgação/Infraero/Divulgação)

Aeroporto de Brasília: o aeroporto enfrentou dois momentos em que o estoque ficou zerado (Divulgação/Infraero/Divulgação)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 2 de junho de 2018 às 17h07.

Brasília - O Aeroporto de Brasília usou as redes sociais para comemorar os estoques de querosene do maior terminal do Centro-Oeste, que finalmente voltaram a ficar cheios. "Sábado com ânimo especial por aqui. Depois de quase duas semanas de muita correria, estamos aliviados em dizer que voltamos à programação normal", cita a Inframérica, operadora do aeroporto brasiliense, no Twitter.

No início da tarde deste sábado, o estoque de querosene do aeroporto estava em 100%. Durante o pior momento da crise causada pela paralisação dos caminhoneiros, o aeroporto enfrentou dois momentos em que o estoque ficou zerado. Isso fez com que o terminal pedisse que companhias decolassem para Brasília com combustível suficiente para cumprir a próxima etapa da viagem.

Acompanhe tudo sobre:Aeroporto de BrasíliaAeroportos

Mais de Brasil

No Brasil para o G20, secretária do Tesouro dos EUA discutirá economia e geopolítica

Lula recebe Tony Blair, ex-primeiro-ministro britânico, nesta segunda-feira, no Palácio do Planalto

Itamaraty vive expectativa por novo fôlego dos democratas após desistência de Biden

Semana começa com previsão de chuva para oito capitais, segundo o Inmet; saiba quais

Mais na Exame